Metade das brasileiras não sabe para que serve a mamografia

Pesquisa da Femama indica que mulheres não se cuidam como deveriam

Mulheres devem estar atentas à importância da mamografia
Mulheres devem estar atentas à importância da mamografia Foto: divulgação sxc.hu

No próximo dia 28 entra em vigor a lei federal 11.664/2008, que obriga a rede pública de saúde em todo o território nacional a realizar a mamografia gratuitamente em mulheres acima de 40 anos. Mas apenas 47% das brasileiras sabem que o exame ajuda a diagnosticar o câncer de mama precocemente, segundo dados de uma nova pesquisa divulgada pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama). A instituição entrevistou 1,8 mil mulheres de 35 a 65 anos de idade em 17 capitais brasileiras.

– Pela primeira vez no país, estamos traçando o cenário do câncer de mama nos grandes centros urbanos. Infelizmente, os resultados são ruins. A mulher não se cuida como deveria. Apenas uma em quatro mulheres se exercita, por exemplo. Outro ponto é que até mesmo o seu próprio médico não está influenciando a decisão pela mamografia, e 31% das mulheres nunca realizaram exames para detecção, principalmente aquelas que dependem do sistema público de saúde. E uma das principais razões colocadas foi por achar que ela não corre nenhum risco – explica a médica Maira Caleffi, presidente da Femama.

>> Aprenda a fazer o auto-exame das mamas

Outros dados levantados pela pesquisa mostram que apenas 17% das brasileiras já procuraram um médico para falar sobre o câncer de mama, e que 14% não sabem explicar que exames ajudam a diagnosticar tumores nos seios. Cerca de 80% das mulheres sabem da necessidade do auto-exame, e 65% já fizeram pelo menos uma mamografia. Apenas 7% delas nunca fez nenhum tipo de exame nas mamas, e citam a falta de sintomas ou indicação médica, a falta de hábito e a dificuldade em marcar os exames como os principais motivos.

A pesquisa também mostra que o Brasil deixa a desejar quando o assunto é o tratamento ideal para o câncer de mama . No Brasil, 36% das mulheres do SUS descobrem o tumor em estágio avançado, contra 16% nos serviços privados. No sistema público de saúde, 63% das mulheres são submetidas a mastectomias (retirada total das mamas), contra 48% no sistema privado.

– As mulheres precisam saber que hoje existem tratamentos específicos para cada tipo de câncer e que aumentam a possibilidade de cura. E mais devem saber que, se diagnosticado precocemente, as chances de cura chegam a 95% – enfatiza a médica.

Leia mais
Comente

Hot no Donna