Mistura de materiais e novos formatos conferem charme às bolsas no verão

Formas e materiais diferentes acompanham a versatilidade da moda

Mistura de materiais e novos formatos conferem charme às bolsas no verão
Mistura de materiais e novos formatos conferem charme às bolsas no verão Foto: Diário Catarinense, BD

Companheira inseparável nos dias de sol, a bolsa de praia é uma das maiores aliadas das mulheres. Afinal, é preciso de um arsenal para enfrentar os dias na areia.

Além de funcionais, as bolsas ganham, a cada estação, formas e materiais diferentes acompanhando a versatilidade da moda. As tradicionais, feitas de plástico e palha não perdem seu status e são as mais práticas. Mas a indústria da moda não pode ficar parada e oferece opções mais sofisticadas.

Se a sua intenção for dar uma esticada da praia para um passeio ou compras, a companheira pode perfeitamente continuar no ombro.

– As bolsas plásticas são as mais práticas e indicadas para a beira da praia. Não correm o risco de estragar se molhadas e são fáceis de limpar. Mas as de lona, estilo shop bag, são bonitas também para um passeio e compras depois da praia – indica a editora de moda do Diário Catarinense, Márcia Feijó. Com uma pantalona ou sarouel, você fica pronta para badalar logo após deixar as areias.

A mistura de materiais e o aproveitamento dos naturais, como a palha e o vime, sempre estiveram presentes nas bolsas de praia. O que se ganha agora é sofisticação, com tecidos mais nobres, como o linhão e detalhes em couro e tafetá. Para entrar na onda “verde”, algumas marcas também bolam criações com materiais reciclados ou reaproveitáves. Assim, as bolsas de praia não ficam para trás quando o assunto é consciência ecológica e moda.

Babados, bolsos, cores fortes e alegres, enfim, mistura de materiais, dão charme a esse “acessório indispensável” no verão. Os tamanhos preferidos são os grandes, com bastante espaço para os badulaques de praia e com alças também grandes para facilitar na hora de carregar.

– Se a opção for por uma bolsa de tecido, as mais indicadas são as feitas com os mais grossos como a lona e o brim, mais resistentes. As de bolsos, com espaço para dividir e organizar os apetrechos, são indicadas para quem gosta de tudo no lugar – destaca Márcia.

Quem não abre mão das bolsas de palha artesanais pode encontrá-las o ano todo nos mercados públicos municipais. As mais elaboradas podem continuar a ser usadas nas ruas mesmo depois que o verão acabar.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna