Moda com pegada rocker é mais uma tendência para o inverno 2010

Estilo deu o tom nos desfiles da Spirito Santo e da Love by Act na terceira noite do Donna Fashion Iguatemi

Gaúcho desfilou pelas linhas Inter Red e Inter Sport
Gaúcho desfilou pelas linhas Inter Red e Inter Sport Foto: Tadeu Vilani

A Spirito Santo lotou a sala de desfiles e trouxe a banda Cachorro Grande para fazer a trilha sonora de sua coleção. Impossível para muitos distinguir as duas, marcas gaúchas símbolo de estilo, rebeldia e, ao mesmo tempo, sofisticação. Enquanto os músicos estavam trajados como os Beatles, a icônica banda de Liverpool, os primeiros modelos entraram com trench coats e trajes impecáveis, com poucas doses de irreverência, porém muita elegância.

Em pouco tempo foi a vez de quebrar com a monotonia e dar o tempero que é a cara da marca: aplicações divertidas como o Yellow Submarine dos Beatles, psicodelia de estampas, tempero inglês jovem com uma releitura da Swinging London para os dias atuais. Coletes, calças retas, camisas, blazers, mantas e tênis são as peças-chave, mas as formas se multiplicam. Muito veludo, jeans e lã, assim como óculos coloridos e arredondados de causar desejo nos mais antenados.

O militarismo é evidente e pelo jeito já está por toda a parte, só que dessa vez tem aquela dose de psicodelia necessária. Abotoamento duplo e ombros com detalhes de fardas são o must-have. E as jaquetas em moletom, listras e xadrezes não podem jamais ficar de fora. Afinal, a modernidade pede conforto e leveza. As cores? Do cinza ao berinjela, do vermelho e azul ao rosa e preto. Tudo pode. E destaque para os blusões em lã sobre camisas e a estampa moleskine, que apareceu até em um trench.

Levando o ex-BBB Eliéser à passarela, a Love by Act também abusou do militarismo e da pegada rocker, além dos ombros marcados e dos saltos imponentes. Meias arrastão em diferentes padronagens faziam o meio de campo entre os scarpins altíssimos e as saias justas e curtas mesmo nos vestidos. Sedução à flor da pele, flores, zíperes, vermelho e preto, branco, rosa antigo e verde musgo. Tachas, rebites, zíperes e cinturas marcadas, o fetiche está no ar.

Eles entraram mais casuais, mas tiveram também pitadas de artilharia em casacos mais estruturados, blazers e jaquetas com botões e detalhes que lembram as vestimentas das tropas dos países onde o inverno é rigoroso. Destaque para o casaco em lã com ombros marcados e abotoamento, certamente um hit para o guarda-roupa masculino.

Elas abusaram de peças justas, paetê, camisaria e do jacquard, além de vestidos de tirar o fôlego. Golas altas, trabalhadas e drapeados também ficaram bastante evidentes. Não tem como não pensar em Bowie, Pistols (ainda mais após a morte de Malcolm McLaren) e tantas outras bandas que se seguiram.

O Donna Fashion Iguatemi é uma realização de Zero Hora e Shopping Iguatemi, com patrocínio de Avon e C&A e apoio de Coca-Cola Light Plus.

::: Confira outros destaques no site especial do evento

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna