Moda privilegia cabelos de comprimento médio

Cortes na altura dos ombros estão valorizados

Letícia Sabatella exibe lindos e volumosos cabelos
Letícia Sabatella exibe lindos e volumosos cabelos Foto: João Miguel Jr., divulgação TV Globo

É o prenúncio do fim da soberania dos cabelos longos, claros e chapados a qualquer custo. Inspirada em visuais europeus e asiáticos, a brasileira redescobre, no próximo inverno, a praticidade do cabelo in natura, cortado um pouco acima do ombro – com cachos para quem é de cachos, e liso para quem é de liso. Ótimos exemplos podem ser observados todas as noites, no visual de personagens de destaque na novela Caminho das Índias. Déborah Bloch, Ísis Valverde e Letícia Sabatella mostram que o estilo se adapta facilmente a diferentes texturas, idades e perfis. Outras que também aderiram ao look foram as apresentadoras Angélica e Eliana.

O cabeleireiro Ricardo Maia enxerga nos cabelos mais curtos uma resposta direta às agressões feitas com escovas progressivas e outros tratamentos de alisamento.

– Agora é a hora de recuperar o visual natural, revelar novamente a estrutura de cada cabelo – diz.

O volume não pode ser temido. É justamente o contrário.

– Mesmo quando bagunçados, inspiram sofisticação. É chique em qualquer momento – sentencia.

A base reta deve ser atenuada com um leve repicado nas pontas, principalmente para os cabelos mais cacheados ou volumosos. Isso garante mais movimento aos fios – seja no visual despojado ou em penteados mais formais.

– Rostos mais arredondados vão bem com fios um pouco mais longos, tocando nos ombros. Os mais afilados podem ousar, com cortes mais curtos, até mesmo o chanel – ensina Ricardo Maia.

O cabeleireiro Hélio Nakanishi também aprova o novo visual e sustenta que os cabelos curtos favorecem a sensualidade e a jovialidade.

– Naturalmente, um cabelo mais curto pede maior cuidado com a maquiagem e os acessórios. Exalta a beleza, favorece um maior cuidado consigo – observa.

O profissional dá dicas sobre a coloração, que deve acompanhar a tendência natural da estação fria. Ou seja: nuanças mais opacas, com tons mais fechados. Algo entre o castor e o tabaco. As mechas ficam mais finas e em menor contraste com a cor de fundo. As pontas podem ganhar um tom mais claro. Hélio também aconselha:

– A combinação perfeita deve ser pensada por um profissional habilitado. Copiar, simplesmente, a novela pode não levar a um resultado satisfatório.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna