Molécula de gordura poderá ser usada para deter crescimento de tumores

Descoberta pode ajudar no tratamento do câncer, entre outras doenças

Pais precisam verificar se todos os materiais que as crianças carregam são necessários
Pais precisam verificar se todos os materiais que as crianças carregam são necessários Foto: Adriana Franciosi

Pesquisadores israelenses identificaram uma molécula comum de gordura, encontrada em plantas, que poderá ser usada para inibir o crescimento de tumores. Segundo o professor Shaul Yalovsky, da Universidade de Tel Aviv, existe uma molécula de gordura que funciona como um “interruptor”, que “liga” o crescimento das células das plantas. Ele sugere que o mesmo mecanismo pode “desligar” o processo que leva ao crescimento de tumores cancerígenos. 

Em sua pesquisa, Yalovsky constatou que essa molécula de gordura modula um grupo de proteínas chamadas ROPs, que são responsáveis pelo crescimento das células. Essas proteínas são muito semelhantes aos ROPs que também existem nos seres humanos, responsáveis pela cicatrização de feridas, pelo desenvolvimento de células nervosas no cérebro e pelo fornecimento dos sinais químicos que indicam que o câncer entrou em processo de metástase.

Em um ambiente de laboratório, Yalovsky e sua equipe utilizaram o mecanismo interruptor em plantas para reformular as células, fazer crescer novos tecidos, e dar respostas a invasores bacterianos e virais. As proteínas ROPs são vinculadas a uma pequena molécula chamada GTP, que se divide em uma outra molécula chamada GDP. Quando ligado a esta última molécula, as proteínas ROPs se tornam inativas. Com sua equipe, Yalovsky criou um segundo tipo de molécula mutante que impede que as proteínas ROPs se liguem com a molécula de GTP, criando um efeito inibitório.

Com este conhecimento, os investigadores acreditam que já estão a um passo de reproduzir esse processo em seres humanos, inibindo o crescimento de tumores.

? Através de engenharia genética, estas proteínas podem ser manipuladas em seres humanos para acelerar a cicatrização de tecidos ou desligadas para diminuir ou deter o crescimento dos tumores ? diz Yalovsky.

Segundo os cientistas, a pesquisa também poderá ajudar a reduzir a necessidade de defensivos agrícolas.

Leia mais
Comente

Hot no Donna