Morre a mulher mais velha da mundo aos 114 anos de idade

Eugénie Blanchard vivia há 30 anos nas Antilhas francesas
Eugénie Blanchard vivia há 30 anos nas Antilhas francesas Foto: AFP

A mulher mais velha da humanidade, Eugénie Blanchard, uma religiosa francesa de 114 anos, morreu em um hospital de Bruyn de Saint-Barthélémy, nas Antilhas francesas, onde vivia há 30 anos, afirmaram diversas fontes.

O corpo de Eugénie Blanchard, que morreu nesta quinta-feira às 3h local (5h de Brasília), foi transferido ao necrotério do hospital, segundo as fontes.

Ela tinha se tornado, no dia 4 de maio de 2010, a pessoa mais velha do mundo, após a morte alguns dias antes do aniversário de 115 anos da japonesa Kama Chinen, detentora do título, de acordo com o Grupo de pesquisa em gerontologia (GRG), a autoridade sobre a longevidade dos centenários.

De acordo com o GRG, o título irá agora para um americano também de 114 anos, Eunice Sanborn, residente no Texas.

Nascida no dia 16 de fevereiro de 1896, Eugénie Blanchard deixou sua ilha natal de Saint-Barthélémy ? comunidade francesa situada 250 km ao norte da ilha de Guadalupe ? a fim de cumprir com sua vocação católica em Curaçao, então uma rica colônia holandesa situada ao largo das costas da Venezuela.

Em seu retorno à ilha, ela adquiriu o apelido de “La Douchy”, por causa dos doces e guloseimas que oferecia aos jovens de Saint-Barthélémy, também conhecida como Saint-Barth, para convidá-los a compartilhar de alguma parábola bíblica.

? Quando ela voltou a Saint-Barth, com a aposentadoria, ofereceu bombons às crianças dizendo ‘douchy, douchy’, e o nome pegou ? contou à AFP um de seus sobrinhos, Daniel Blanchard, antigo prefeito de Saint-Barthélémy.

Após morar por muito tempo em uma dessas pequenas casas típicas da ilha, Eugénie Blanchard viveu por 30 anos no hospital de Bruyn, situado nas alturas de Gustavia, perqueno porto e única comunidade de Saint-Barth.

? É uma mulher que dedicou sua longa vida para fazer o bem ao seu redor, que nos deixa ? afirmou o presidente da região de Guadalupe, Victorin Lurel.

A data do funeral de Eugénie Blanchard não foi divulgada.

Leia mais
Comente

Hot no Donna