Mulheres recebem 16,5% a menos do que os homens na União Europeia

Especialistas consideram muito alta a disparidade salarial de gênero

Brian Littrell e sua mulher
Brian Littrell e sua mulher Foto: Divulgação

As mulheres recebem, em média, cerca de 16,5% a menos do que os homens na União Europeia (UE), segundo um relatório publicado hoje pela Comissão Europeia.
  
Os últimos dados de 2010 indicam uma diferença salarial média no bloco de 16,4% e “confirmam uma discreta tendência para baixo, em comparação com os 17% dos anos anteriores”, indica o relatório.
  
Entre os países da UE, a taxa varia entre cerca de 2% na Polônia, para mais de 27% na Estônia, e pouco acima de 5% na Itália.
  
Segundo especialistas de Bruxelas, “a disparidade salarial de gênero, definida como a diferença média de remuneração horária bruta entre homens e mulheres no conjunto da economia, ainda é muito alta, com diferenças consideráveis entre países e setores de atividade”.
  
O fenômeno, de acordo com o documento, “reflete as dificuldades enfrentadas pelas mulheres em conciliar trabalho e vida privada.
  
? De fato, muitas delas são obrigadas a tirar a licença-maternidade ou a trabalhar meio período. Apesar de uma melhora na tendência geral, a diferença tende a aumentar em alguns Estados-membros como Bulgária, França, Letônia, Hungria, Portugal e Romênia ? assinala o relatório.
  
O documento foi lançado dias antes do Dia Europeu pela Igualdade Salarial, celebrado em 5 de março, e do Dia Internacional da Mulher, em 8 de março.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna