Mulheres são mais propensas ao tédio no casamento, diz pesquisa

Relacionamento maçante foi a queixa mais comum entre casais que participaram do estudo

Mulheres sofrem mais com aborrecimentos do casamento
Mulheres sofrem mais com aborrecimentos do casamento Foto: Genaro Joner

Uma pesquisa canadense divulgada no jornal Daily Mail realizada com 88 casais constatou que as mulheres são mais propensas ao tédio no casamento. Para chegar ao resultado, os  estudiosos questionaram os casais sobre seus relacionamentos.

As respostas formaram uma lista de cerca de 70 variações de aborrecimentos que foi dada a um segundo grupo de pessoas que teve que relacioná-las a sua própria situação.

Um relacionamento maçante foi a queixa mais comum, com falta de conversa, diversão e romance também com alta pontuação. Alguns reclamaram que as “borboletas no estômago” tinham desaparecido, enquanto outros se sentiam à sombra de seus parceiros.

A pesquisa também revelou que o casamento é mais chato que o namoro ? e não só por causa do tempo passado junto com o parceiro.

? Aqueles que estão namorando podem mais facilmente se desembaraçar de um relacionamento que se torne tedioso ? diz o pesquisador Beverley Fehr, da Universidade de Winnipeg.

? Se perguntássemos às pessoas nas ruas “qual é o maior obstáculo para o amor duradouro?”, elas responderiam “conflitos”, “traição” ou “egoísmo”. Dificilmente “chatice”, mesmo que fosse a resposta certa ? acredita Fehr.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna