Não deixe para o verão o exercício que você pode começar hoje

Cuide a postura na hora do abdominal para o exercício ter mais efeito
Cuide a postura na hora do abdominal para o exercício ter mais efeito Foto: Juan Barbosa

O apetite maior no inverno pode ser perfeitamente disfarçado pelas roupas mais largas da estação. Apesar de ser fácil esconder os excessos, quem quiser chegar ao verão com um corpo saudável e remodelado precisa se mexer agora.

O ideal é que atividade física e alimentação correta façam parte da rotina. Se este não for o seu caso, o professor de educação física e personal trainer Marcos Paulo Martins, 36 anos, alerta que, para um corpo mudar, são necessários pelo menos três meses de dedicação.

O trabalho só apresentará resultado se forem seguidas três regras. A primeira é o exercício respeitar a individualidade.

– Não pode ser o mesmo para várias pessoas – explica Marcos.

A segunda é descansar o corpo entre um dia de atividade e outro. São necessárias
pelo menos oito horas de sono. A última regra é uma alimentação balanceada.
Para Martins, 50% do trabalho de emagrecimento é comer de maneira saudável.

– No inverno, as pessoas tendem a ter mais fome e mais preguiça. O negócio é
não se descuidar nunca e sempre continuar se exercitando – ressalta.

O correto é praticar atividade física pelo menos três vezes por semana. Se for treino de musculação, 45 minutos por dia está suficiente. É importante que iniciantes façam
uma avaliação médica e física.

Se a alimentação é metade do caminho, a nutricionista Francine Ferrari alerta para as combinações explosivas do inverno:

– São o fondue de carne com queijo e a lasanha de quatro queijos com presunto. A vontade de comer tanto chocolate ou alimentos pesados vem da necessidade de manter o corpo aquecido. Como o metabolismo trabalha mais para isso, ele também pede mais comida. Para driblar o apetite, ela recomenda sopas, que ajudam
a aumentar a temperatura corporal. Mas fuja das versões gordurosas, como as que
levam bacon e creme de leite.

Outra dica da nutricionista é consumir oleaginosos. Nozes, castanhas, avelãs
e amêndoas ajudam a esquentar o corpo e logo dão uma sensação de saciedade. O
recomendado é uma porção de 30 gramas por dia (cerca de 2 colheres de sopa), podendo-se variar as sementes.

Primeiros passos

O professor Marcos Paulo Martins separou quatro exercício básicos para quem quer começar a se exercitar.

Peitoral: Quem estiver mais avançado não precisa apoiar os joelhos no chão. As pernas ficam cruzadas atrás. Esse exercício vai trabalhar peitoral e tríceps. O tronco
deve subir e descer

Agachamento: Os braços ficam na frente para dar equilíbrio. Esse exercício serve para trabalhar coxa e glúteo. Quando se agachar, repare para ver se o joelho fica na linha
das pontas dos pés. Eles nunca devem ultrapassar esse limite

Braços: Quem não tiver um pesinho em casa, pode substituir por um saco de arroz de um quilo, por exemplo. O exercício vai trabalhar os bíceps. O antebraço deve subir até formar um ângulo de 90º

Abdominais: A dica é deixar as mãos nas orelhas e nunca atrás da cabeça, olhando sempre para o teto

Toques rápidos

:: Execute três séries de 12 repetições 
:: Faça a seguinte contagem para as repetições: 1.001, 1.002, 1.003… Nos abdominais, conte mais devagar na hora da subida
:: Solte o ar sempre quando você fizer a força do exercício

Leia mais
Comente

Hot no Donna