Nos relacionamentos, mulheres valorizam mais o carinho do que o sexo

Resultado de pesquisa diz ainda que elas se sentem ameaçadas pelas mensagens de celular

Quase a metade dos relacionamentos termina por problemas emocionais, e não sexuais
Quase a metade dos relacionamentos termina por problemas emocionais, e não sexuais Foto: Júlio Cordeiro

Uma pesquisa encomendada pela revista Elle inglesa mostra que a maioria das mulheres valoriza mais o carinho do que o sexo nos relacionamentos amorosos. Na enquete feita pelo grupo Relate, 38% das participantes afirmaram que terminariam um relacionamento se parassem de receber apoio emocional do parceiro. Apenas 2% dariam um fim à relação se as relações sexuais fossem ruins.

A psicóloga Sally Brampton, que coordenou a pesquisa, avalia que, apesar das mulheres estarem mais modernas em vários aspectos, elas ainda são muito tradicionais quando o assunto é carinho, companheirismo e compreensão. Ela também nota que as mulheres estão mais exigentes neste aspecto do que nunca. Há 25 anos, quando a revista fez a mesma pesquisa, quase nenhuma mulher colocou intimidade e apoio emocional na lista de prioridades da relação.

O levantamento mostra que quase 40% dos relacionamentos terminam devido a um distanciamento emocional do casal. Outros 31% acabam pela falta de perspectiva de uma vida feliz e produtiva juntos. Apenas 2,4% terminam por causa de uma vida sexual ruim.

Assim como diversos outros estudos, o levantamento também mostra que os homens colocam uma importância muito maior na vida sexual do que as mulheres. Enquanto elas medem o nível de intimidade da relação pelas conversas e o lazer, eles avaliam a vida a dois pelas relações sexuais.

Os resultados também mostram uma tendência interessante. As mulheres estão se sentindo mais ameaçadas do que nunca pelas mensagens de texto e os emails.

? Não há dúvidas de que a internet está transformando a forma como um casal se relaciona ? disse Sally Brampton ao jornal ‘Daily Mail’.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna