Novo estudo: meninas são mais propensas a usar mídia social em apoio a causas

Na internet, elas são mais conscientes das necessidades alheias

Tatiana corre diariamente com Pedro à beira do mar
Tatiana corre diariamente com Pedro à beira do mar Foto: Guto Kuerten

Segundo novo estudo da 30 Hour Famine, quatro em cinco adolescentes (80%) usam mídia social. Quase a metade (44%) diz estar mais consciente das necessidades dos outros, devido ao uso de mídias sociais como Facebook e Twitter, e cerca de um em três (34%) “adiciona”, “curte” ou “segue” organizações beneficentes ou causas que apoia.

A pesquisa encomendada pela World Vision, grupo de ajuda e desenvolvimento
internacional, também revela que as meninas têm mais propensão do que os meninos a se declarar mais conscientes das necessidades alheias como resultado do uso de mídias sociais (51% vs. 38%).

O estudo foi realizado online em janeiro pela Harris Interactive com mais de 500 jovens de 13 a 17 anos.

Leia mais
Comente

Hot no Donna