Nutricionista ajuda a combater os males que afetam a saúde feminina

Constipação, TPM, Menopausa e Obesidade podem ter sintomas reduzidos com a alimentação correta

Estudos mostram que 90% das mulheres sofrem com os sintomas físicos e emocionais que ocorrem nos dias que antecedem a menstruação
Estudos mostram que 90% das mulheres sofrem com os sintomas físicos e emocionais que ocorrem nos dias que antecedem a menstruação Foto: Genaro Joner

Com o corre-corre do dia a dia, o stress, a alimentação desequilibrada e o sedentarismo podem desencadear uma série de situações indesejáveis na vida de uma mulher. Entre elas, destacam-se a constipação intestinal, a tensão pré-menstrual (TPM), a menopausa e a obesidade. 

A nutricionista Thais Souza, da Rede Mundo Verde, orienta, esclarece dúvidas e dá dicas de alimentos importantes na alimentação da mulher.

:: Constipação Intestinal
A constipação intestinal é um mal que afeta a maioria das mulheres. É caracterizada pelo funcionamento irregular do intestino, fezes ressecadas e endurecidas, difíceis de eliminar e menor freqüência de evacuações diárias.

Para auxiliar na regularização intestinal é fundamental consumir alimentos ricos em fibras, como cereais integrais, semente de linhaça, frutas, verduras e legumes orgânicos, que aumentam o volume do bolo fecal, facilitando sua eliminação. Em associação com o consumo de fibras, deve-se aumentar o consumo de líquidos  ?água, água de coco, sucos e chás naturais ?, que fazem com que as fibras inchem e aumentem de volume.

A fim de auxiliar na regularização do funcionamento intestinal, podem ser consumidos probióticos, microorganismos vivos que ingeridos em quantidades suficientes promovem efeitos benéficos, dentre eles o equilíbrio da flora bacteriana intestinal, a regulação do funcionamento do intestino, o controle do colesterol e das diarréias e a prevenção do risco de câncer. Em associação com os probióticos é recomendado o consumo de alimentos, que permitem a fixação e o desenvolvimento destas bactérias saudáveis no intestino. Dentre os alimentos prebióticos, estão o mel, a farinha de banana verde, a aveia, a cevada, o centeio, o alho, a cebola, tomate e aspargos. 

:: Tensão Pré-Menstrual – TPM
Estudos mostram que 90% das mulheres sofrem com os sintomas físicos e emocionais que ocorrem nos dias que antecedem a menstruação. Dentre os principais sintomas destacam-se dores nas mamas dores de cabeça, retenção de líquidos, aumento do apetite, ansiedade, irritabilidade e depressão.

Para auxiliar no alívio destes sintomas, deve-se incluir na alimentação o gérmen de trigo, que é rico em vitamina E, um potente antioxidante, que ajuda a regular a produção de neurotransmissores e, consequentemente, a diminuir a irritação, ansiedade e a dores nas mamas. As oleaginosas são excelentes opções para pequenos lanches, pois são fontes de magnésio, mineral que auxilia no combate à retenção de líquidos. Os cereais integrais ? pão integral, biscoitos integrais e arroz integral ? devem estar presentes em todas as refeições, pois são fontes de vitaminas do complexo B, importantes na metabolização e eliminação de toxinas, aliviando os sintomas da TPM. A semente de linhaça pode ser adicionada em sucos, vitaminas, iogurtes e saladas de frutas. Além disso, apresenta ação anti-inflamatória, o que auxilia na redução de cólicas e retenção de líquidos. 

:: Menopausa 
A menopausa é caracterizada pela ausência de menstruação por um período de 12 meses consecutivos. Geralmente, ocorre entre os 45 e os 55 anos, e as consequências a longo prazo da deficiência do hormônio estrogênio propiciam sintomas desagradáveis e algumas doenças. Os principais sintomas são ondas de calor; suores noturnos; insônia; menor desejo sexual; irritabilidade; depressão; ressecamento vaginal; diminuição da atenção e memória.

Para aquelas mulheres que se encontram no período de menopausa, recomenda-se incluir na alimentação a soja e seus derivados, pois contém isoflavonas, um fitoestrógeno que imita a ação do hormônio sexual feminino, contribuindo para o equilíbrio hormonal e auxiliando no alívio dos sintomas da menopausa. É sabido que, durante a menopausa, com os níveis hormonais diminuídos, há aumento na perda de cálcio dos ossos, aumentando a propensão ao desenvolvimento de osteopenia e osteoporose. Assim, recomenda-se incluir no cardápio a quinua e a semente de gergelim, que são boas fontes de cálcio. O consumo da semente de linhaça também é recomendado, pois é fonte de lignana, um fitoquímico que, por apresentar uma estrutura química similar ao estrógeno, pode ajudar a prevenir os sintomas da menopausa. 

:: Obesidade 
Uma parte significante da população brasileira está acima do peso e obesa. Dentro desse percentual, 40% das mulheres estão com excesso de peso. A obesidade está associada a diversas doenças como diabetes, colesterol e triglicérides elevados (dislipidemias), hipertensão arterial, doenças coronarianas, baixa-estima.

Para combater a obesidade, é fundamental associar uma alimentação saudável e equilibrada com a prática regular e orientada de atividade física. É importante adotar hábitos saudáveis, realizar mais refeições ao longo do dia e reduzir o volume das mesmas, substitua os cereais refinados pelos cereais integrais, que são ricos em fibras que auxiliam na promoção da sensação de saciedade, reduzindo o apetite favorecendo assim a perda de peso.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna