O medo é uma reação saudável em crianças, dizem especialistas

Temer personagens ou monstros é normal: veja como proceder

Foto: Stock Photos

Seu filho tem medo de monstro ou bruxa? Então relaxe. Significa que ele é normal.

? É sinal de saúde ? diz o psicólogo e psicanalista Julio Cesar Walz.

Esse tipo de temor aparece principalmente entre os dois e os quatro anos de idade, uma fase em que a fantasia está muito incrementada. Ao ouvir a mãe contar uma história, o menino ou menina não se limita a acompanhar a narrativa, eles a vivem.

? Nesse período, a imaginação da criança está a milhão. Ela não sabe distinguir ainda o que é realidade. Muitas vezes, as ameaças que ela sente se fixam em um determinado personagem. Tem muito a ver com o que acontece no dia a dia dela. Se sofreu muitas repreensões ou se sentiu culpada, por exemplo, pode projetar isso em algum monstro ? explica Solange Lompa Truda, psicóloga, especialista em crianças e adolescentes.

Essa vivência do ficcional como real é a maneira da criança de elaborar angústias e frustrações. Na medida em que cresce, ela começa a lidar com situações como ter de esperar, não ganhar o que queria ou dividir a atenção com os irmãos.

? Isso potencializa questões de amor e ódio. A mãe e o pai que frustram são vistos na mente da criança como a bruxa má, como o monstro. Ela ainda não consegue integrar as duas facetas, de que a mesma pessoa pode amar e frustrar. O medo é um subproduto desse processo ? afirma Fernanda Serralta, doutora em Psiquiatria e professora do mestrado em Psicologia da Unisinos.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna