O selvagem couro foi domesticado pela tecnologia e hoje desfila em cortes e cores diversos

Veja dicas de conservação e hidratação do tecido em suas roupas

Peças feitas da matéria-prima natural estão associadas a poder e fetiche
Peças feitas da matéria-prima natural estão associadas a poder e fetiche Foto: Coleção Patrícia Motta, Divulgação

Alguns associam o material ao fetiche. Outros acham que é a cara da rebeldia. Mas o couro tem provado que é sinônimo de sofisticação, em peças cada vez mais elaboradas. O material continua com o ar sexy, ligado à ideia de poder, mas ganhou nova cara com ajuda de recortes, bordados e cores. O couro assumiu muitas formas. Virou vestido, saia, blusas, calças e as tradicionais jaquetas.

A química interfere nas suas características naturais, e o couro fica parecido com o jeans ? escamado, lavado e gasto. O laser transforma a peça pesada em uma arte leve, que se assemelha a renda. O material ganhou diferentes estações: não é mais só para o inverno. Aliás, o couro nem foi feito para esquentar. Ele caiu na graça do verão e o colorido o transforma em uma peça ideal para o ano todo: chique e poderosa.

Dicas da estilista Patrícia Vieira

Patrícia se define como estilista autoditata. Desde a década de 1980, ela usa o couro para produzir peças de roupas, fugindo do senso comum da época em que o material servia apenas para fazer bolsas, sapatos e, no máximo, jaquetas. Unindo a tecnologia (que permite misturas de couro com lycra) à criatividade, as peças assinadas pela carioca são modernas, sensuais e ousadas. Ela transforma o couro de jacaré, cabra, avestruz, pitón, ovelha e tilápia  (todos criados em cativeiros aprovados pelo Ibama) em roupas coloridas e sofisticadas, cheias de recortes e bordados.

Como guardar

“O couro é uma matéria-prima natural e, por isso, não pode ser guardado em um local onde incida luz intensa. Além disso, a pele precisa respirar e não deve ficar fechada em sacos plásticos porque pode mofar. O ideal é limpar a peça e deixá-la em um local arejado a cada três meses.”

Para limpar

“Nunca use álcool ou sabão para limpar a pele. Use apenas um pano úmido com água. Se tiver uma mancha ou risco de caneta, por exemplo, não tente removê-la em casa. Leve a uma lavanderia especializada.”

Hidratação

“O couro precisa ser hidratado. Para isso, use um hidratante natural à base de gordura animal.”

Chamois X Camurça

“O chamois é de couro de ovelha e a camurça é de porco.” 

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna