Óleo de coco: gordura que queima gordura

Além da água e da polpa, do coco também se extrai o óleo
Além da água e da polpa, do coco também se extrai o óleo Foto: Divulgação

O coco é bem conhecido e abundante no Brasil, mas poucas pessoas sabem que o fruto apresenta outros benefícios. Além da água e da polpa, do coco também se extrai o óleo.

Segundo a coordenadora do departamento de Nutrição da rede Mundo Verde, Flávia Morais, o óleo de coco tem importante papel no combate aos radicais livres e, por isso, “retarda o envelhecimento, previne doenças como o câncer e reduz as taxas de colesterol sanguíneo”.

Benefícios

:: Além de antioxidantes, o óleo de coco é fonte de triglicerídeos de cadeia média (TCM), um tipo de gordura que é rapidamente absorvida e transportada para o fígado, onde é transformada em energia, que aumenta a termogênese e o gasto energético do organismo.

:: O óleo de coco também causa saciedade. Por isso, é uma opção saudável para quem quer emagrecer.

:: Rico em ácido láurico, é um tipo de gordura de ação antibacteriana, antifúngica, antiviral e antiprotozoária, sendo suas ações demonstradas em diversos estudos em casos de candidíase e gastrite bacteriana.

:: Além de sua ingestão ser benéfica ao organismo, o óleo também pode ser utilizado com finalidades cosméticas. Como hidratante, melhora da elasticidade e confere uma aparência mais jovem e sadia à pele.

:: Seu uso também é sugerido para prevenção de estrias que pode ocorrer durante a gestação.

:: Apesar de estável quando submetido a altas temperaturas, recomenda-se que seja utilizado em preparações frias, como saladas, sucos, shakes, em torradas e tapiocas e na finalização de pratos quentes.

Leia mais
Comente

Hot no Donna