Opção saudável para emagrecer, cártamo é a nova mania nas academias brasileiras

Conhecido como açafroa ou safflor, o óleo da semente combate os radicais livres

Moderador natural de apetite, ele quebra e queima a gordura corporal
Moderador natural de apetite, ele quebra e queima a gordura corporal Foto: Stock Photos, Divulgação

Muito difundido atualmente nas academias e no meio desportivo, o suplemento alimentar conhecido como óleo de cártamo vem ganhando cada vez mais adeptos, principalmente por aqueles que desejam perder peso com saúde. Segundo a nutricionista Natalia Lautherbach, da Rede Mundo Verde, usá-lo para moderar o apetite é possível pois ele estimula a lipólise, ou seja a “quebra” de gordura e a oxidação, “queima”, de gordura corporal.

Dessa forma, a pessoa se sente mais satisfeita com a ingestão de uma quantidade menor de alimentos.

? Por tratar-se de uma gordura, o óleo de cártamo promove a sensação de saciedade, auxiliando na redução do apetite. Além disso, ele é responsável por regular o hormônio gastrintestinal grelina, de ação orexígena, isto é, estimulante da fome ? explica a especialista.

No entanto, a nutricionista afirma que, sozinho, os benefícios do nutriente são limitados.

? Para que a perda de peso e para eliminar a gordura corporal de forma saudável é essencial realizar uma reeducação alimentar e praticar exercícios físicos regularmente ? alerta.

Conforme Natalia, as sementes que dão origem ao óleo de cártamo são ricas em polifenóis e ácidos graxos essenciais, nutrientes que temos que obter através da alimentação, pois o nosso organismo não os produz. Além disso, o óleo é composto por acido oléico (Ômega-9) e, principalmente, por ácido linoléico (Ômega-6).

De acordo com a especialista, por ser um óleo de origem vegetal, ele é riquíssimo em vitamina E, que possui ação antioxidante e atua “varrendo” os radicais livres do organismo.

Natalia diz ainda que, apesar de se tratar de um produtor natual, a auto-indicação é desaconselhada, pois é fundamental estar atento a possíveis danos à saúde.

? Por tratar-se de um suplemento alimentar, o seu consumo deve ser acompanhado por um nutricionista ou por um médico ? destaca.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna