Pai biológico de Luana Piovani diz que abriu mão da paternidade da filha

A atriz contou que a rejeição pode ter ligação com suas relações afetivas que não deram certo

Luana Piovani participou do Arquivo Confidencial, do Domingão do Faustão
Luana Piovani participou do Arquivo Confidencial, do Domingão do Faustão Foto: Alex Carvalho

Luana Piovani foi a estrela do quadro Arquivo Confidencial, do Domingão do Faustão, neste domingo. Durante o programa, o apresentador contou que a atriz tem dois pais, o marido de sua mãe, Valter Francis, e o biológico, Cassiano Leite, que abriu mão da paternidade da filha quando ela ainda era apenas uma criança.

? Fui para Jaboticabal para fazer uma averiguação da pensão alimentícia. O advogado que foi comigo aceitou a sugestão de outro advogado, de eu abrir mão da paternidade dela. E eu abri. Eu não sabia o que viria a ser isso. Não tem nada que pague a ausência de um pai ou de uma mãe. Agradeço ao Valter por ter sido um pai para ela. A gente tem um bom relacionamento. Eu já conheci o Dom, meu neto, mas não foi fácil. Eu sou amigo dela. Acho que o melhor amigo que ela vai ter. Não sei se ela acha isso de mim, mas quero que ela sabia que eu estou pronto para o que aparecer ? disse Cassiano, emocionado.

Ao assistir ao depoimento, Luana Piovani fez questão de dizer que não tem mágoas e que entende a atitude do pai.

? Era muito pequena e meus pais divergiam muito sobre essas coisas de pensão. Vez ou outra lá ia eu para o Juizado de Menores por isso. Isso era muito sofrido. Lembro que dessa vez eu pensei que fosse só mais uma das vezes. Estava enxugando a louça, olhei para minha mãe e perguntei: “mãe, meu pai me deu?” ? contou a atriz de Guerra dos Sexos ao afirmar que se sentiu muito rejeitada.

? Acho que tem muito a ver com muitas relações afetivas erradas que eu tive ao longo da minha vida. Eu dei uma sorte muito grande, que é minha mãe ter escolhido o Valter. Eu tenho respeito e carinho pelo meu pai biológico, mas o Valter me encheu de amor, de carinho, corrigia minha lição, me levava para empinar pipa. Subverti essa dor e me senti agraciada por Deus por ter dois pais.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna