Pai de Amy Winehouse quer criar uma fundação contra dependência química

"Se a pessoa não tem como pagar o tratamento em uma clínica privada, há uma lista de espera de dois anos", disse

Cantora foi encontrada morta em sua casa em Londres aos 27 anos
Cantora foi encontrada morta em sua casa em Londres aos 27 anos Foto: Anthony Devlin

O pai da cantora Amy Winehouse anunciou que deseja criar uma fundação com o nome de sua filha para ajudar os dependentes de álcool e drogas a combate o vício.

? Se a pessoa não tem como pagar o tratamento em uma clínica privada, há uma lista de espera de dois anos para quem precisa de ajuda ? explicou MItch Winehouse durante os funerais de sua filha em Londres.

Os familiares e amigos da cantora falecida no sábado passado aos 27 anos fizeram na terça-feira uma última homenagem à diva do soul, em um funeral privado realizado longe das câmeras.

O local e a hora da cerimônia foram mantidos em segredo para respeitar o caráter privado das exéquias da cantora, cuja morte é lamentada há quatro dias por milhões de fãs. Apesar disso, admiradores e fotógrafos reuniram-se ao longo da estrada que leva ao cemitério de Edgwarebury.

A jovem vivia no norte de Londres, onde também está localizada a residência de seus pais.


Mitch Winehouse, pai da cantora, recebeu condolências dos amigos de Amy
Foto: Joel Ryan, AP

Entre os presentes, várias centenas no total, estava Mark Ronson, produtor de uma parte do álbum Back to Black em 2006, que tornou Amy Winehouse uma estrela.

Mitch, um ex-taxista que se tornou cantor de jazz, do qual a cantora era muito próxima, concluiu sua oração fúnebre dizendo:

? Boa noite, meu anjo, durma bem. Seu pai e sua mãe te amam mais do que nunca.

A necropsia realizada foi inconclusiva quanto às causas da morte, e a polícia ordenou exames toxicológicos complementares. Os resultados serão divulgados de duas a quatro semanas. De qualquer forma, a polícia não está tratando a morte como suspeita.

Leia mais
Comente

Hot no Donna