Para nova geração, reconhecimento motiva mais que alta remuneração

Profissionais da Geração Y valorizam mais o status do que ganhar bem

Alexandre Prates: "A nova geração está preocupada em construir uma carreira, em ser reconhecida e chegar ao topo"
Alexandre Prates: "A nova geração está preocupada em construir uma carreira, em ser reconhecida e chegar ao topo" Foto: Divulgação

Eles querem status, satisfação pessoal e crescimento profissional. E, em busca desses objetivos, profissionais da Geração Y veem o reconhecimento como o principal fator motivacional. Este indicador foi obtido no estudo “O Mundo Corporativo do Futuro”, realizado por Alexandre Prates e que deu origem ao livro “A Reinvenção do Profissional”.

Durante a pesquisa, foram entrevistados 50 profissionais, entre líderes, executivos, jovens empresários e especialistas de mercado e desenvolvimento humano, de 15 estados brasileiros.

? A nova geração está preocupada em construir uma carreira, em ser reconhecida e chegar ao topo. Portanto, se ela encontrar uma empresa na qual até ganhe muito dinheiro, mas não tenha oportunidades de crescimento, não aprenda e não seja reconhecida, se desmotivará. Pode até ficar na corporação, mas não colocará todo o seu potencial em jogo ? afirmou Alexandre Prates.

O especialista em liderança, desenvolvimento humano e performance organizacional revelou que o item “conquistar um padrão de vida superior”, com remuneração adequada e participação nos resultados, ficou em último lugar no estudo.

? Para esses novos profissionais, oportunidade de crescimento e sentir-se parte também estão acima da questão salarial ? disse.

Confira o resultado sobre fatores motivacionais da nova geração:

:: Reconhecimento

Gestos, elogios pessoais, resultados de suas ações, consciência do progresso constante: 43%

:: Oportunidade de crescimento

Orgulho da empresa, ver a empresa crescer, aprender, gestão baseada em meritocracia: 38%

:: Metas claras e desafiadoras

Planejamento bem definido, clara definição de um propósito, ser cobrado, orientação: 30%

:: Sentir-se parte

Respeito, ser visto como um ser humano que pensa, tem opinião, que pode contribuir e entender os motivos pelos quais sua ideias não foram aceitas; ser ouvido; percebe que a empresa confia nele; autonomia: 24%

:: Equilíbrio

O atendimento dos seus valores, Alinhamentos dos seus objetivos com a empresa, Realização de um sonho, Respeito as suas individualidades, Fazer o que gosta, Qualidade de vida: 22%

:: Relacionamentos saudáveis

Caráter das pessoas, Clima organizacional: 16%

:: Conquistar um padrão de vida superior

Remuneração adequada, Participação nos resultados: 14%

Leia mais
Comente

Hot no Donna