Pele e cabelos exigem cuidados especiais durante o inverno

Veja dicas de como hidratar as madeixas em casa

Uso contínuo de secador e chapinha ajudam na perda da queratina do cabelo
Uso contínuo de secador e chapinha ajudam na perda da queratina do cabelo Foto: nao se aplica

A pele tem a função de proteger e regular a temperatura do corpo. Serve como barreira protetora à perda de líquidos, à penetração de micro-organismos e aos efeitos do sol, além de ser sede de reações imunológicas relacionadas com a defesa do organismo.
Sem hidratação, o órgão fica opaco, áspero, sem elasticidade e com tendência à descamação. As razões que podem levar ao ressecamento vão além do clima seco, frio, vento ou muita exposição ao sol.

– O brasileiro geralmente tem um hábito de higiene corporal que resseca a pele, como tomar vários banhos por dia, usar bucha, muito sabonete e manter a temperatura da água muito quente por tempo prolongado – explica a dermatologista Melissa Chaves.

A pele vai, assim, perdendo a hidratação e a umidade naturais. Segundo Melissa, só passar hidratante não é suficiente para mantê-la saudável. É necessário um conjunto de ações. Proteger-se das condições climáticas adversas com um filtro solar, modificar os hábitos em relação aos banhos e usar um bom hidratante de forma regular são alguns dos conselhos da dermatologista. Ela explica que, se sua pele está ressecada, o melhor é optar por um hidratante sem perfume, hipoalergênico e especial para peles secas e sensíveis. Caso não melhore, a indicação é procurar um dermatologista – o ressecamento também pode ser causado por doenças cutâneas.

O dermatologista Ricardo Fenelon lembra que idosos devem tomar cuidado extra com a pele ressecada, pois, com o tempo, o órgão se torna mais suscetível a problemas.
 
– Na pele de pessoas com mais idade, é comum o aparecimento do ressecamento, rugas, marcas de expressão, manchas, flacidez e opacidade – enumera.

Uma boa hidratação evita alguns desses sintomas e possíveis descamações, coceiras e vermelhidão, típicas da pele seca.

A cabeleireira Eder Souza explica que o cabelo tem queratina, uma proteína que dá resistência à fibra capilar e que vai sendo perdida por causa do uso contínuo do secador e da chapinha. A dermatologista Melissa Chaves lembra que o clima seco, a exposição ao sol e o excesso de lavagens também ajudam na perda da proteína. Sem queratina, o cabelo fica seco, opaco, sem vida e quebra mais fácil ao desembaraçar.

Além da hidratação de queratina, que deve ser feita a cada três meses, há a hidratação de emoliência.

– Essa só age na parte externa dos fios e, normalmente, é aplicada no cabelo que já tem queratina, mas está seco – explica Eder Souza.

Para quem faz muita escova, a hidratação deve ser realizada uma vez por semana.
 
– O cabelo bem hidratado tem mais brilho, fica sedoso, sem pontas duplas e com balanço de dar inveja – diz a cabeleireira.

Como hidratar em casa
 
:: Molhe bem o cabelo e lave com o seu xampu de uso diário ou antirresíduos. Enxágue bem.

:: Retire o excesso de água delicadamente com uma toalha e aplique a máscara de hidratação, mecha a mecha, como se estivesse alisando uma corda.

:: Lembre-se de usar pouco ou nenhum creme nas raízes e caprichar nas pontas. Use um pente de dentes largos para espalhar bem a máscara e desembaraçar os fios.

:: Use touca térmica, de isopor, de plástico ou de alumínio se o produto exigir. Se preferir a touca térmica, não se esqueça de cobrir os cabelos com uma touca de plástico e, por cima, uma toalha úmida, antes de colocar a térmica.

:: Deixe o produto agir pelo tempo indicado.

:: Enxágue com água morna até retirar todo o creme, massageando os fios.

:: O segredo é passar um pouquinho de condicionador e enxaguar bem com água fria para dar brilho.

Fonte: www.elinda.com.br

Leia mais
Comente

Hot no Donna