Pesquisa revela descuido com a escova de dentes dos filhos

Na análise, maioria dos pais acreditava que cuidava bem da saúde bucal das crianças

Criança deve ser estimulada a escovar os dentes três vezes ao dia
Criança deve ser estimulada a escovar os dentes três vezes ao dia Foto: Stock Photos, Divulgação

Hora de escovar os dentes das crianças nem sempre é o momento mais agradável do dia. Elas se sentem desconfortáveis ou têm preguiça de fazer a higiene.

Uma escova de dentes adequada pode ajudar os pais a incentivarem os filhos, mas é preciso saber escolhê-la e mantê-la em condições de uso, o que não ocorre com muita frequência, comprovou um estudo da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP) da USP.

A pesquisa avaliou a condição de escovas dentais usadas por 60 crianças com idade entre três e 12 anos, atendidas na Clínica de Odontopediatria. O resultado foi impressionante: 61,82% das escovas de dentes tinham cerdas deformadas pelo uso e 63,94%, resíduos visíveis a olho nu. Além disso, menos da metade apresentava o tamanho adequado à boca da criança. Do lado dos pais, 79,68% achavam que a escova dental do filho estava em boas condições.

? Na hora da compra, muitos pais levam em conta apenas o preço. A qualidade acaba ficando em segundo plano. Há modelos baratos no mercado que possuem as características essenciais para uma boa limpeza. De onde se conclui que o problema, na hora de comprar a escova de dente, não é o bolso, mas a falta de informação ?afirma o ortodentista André Felipe Abrão.

Antes de fazer a compra, converse com um dentista. Ele examinará as necessidades do seu filho e indicará o tamanho e o tipo mais apropriado para a idade dele. Há no mercado modelos específicos para diferentes faixas etárias.

Dicas

* A umidade e os restos de alimento são um prato cheio para a proliferação dos germes. Por isso, a escova acaba contaminada. A limpeza é tão importante quanto os cuidados com a escova. A má higiene favorece o acúmulo de placa bacteriana, o que provoca cáries e doenças na gengiva também.

* Para os bebês, a mãe deve umedecer uma gaze com soro fisiológico ou água filtrada e passar suavemente na gengiva, após a amamentação.

* Lave as mãos antes de começar a escovar os dentes

* Faça um bochecho com água para eliminar resíduos maiores de comida, pois isso diminui as chances de eles se esconderem entre as cerdas depois

* Após usar a escova, lave-a bem em água corrente. E bata o cabo levemente na pia para eliminar o excesso de água

* Borrife uma substância antimicrobiana, como a clorehexidina, que costuma estar na fórmula dos enxaguatórios bucais

* Guarde a sua escova no armário. Se ela ficar exposta, poderá ser contaminada pelos coliformes fecais dispersos no ar do banheiro

Fonte: André Abrão, ortodontista

Leia mais
Comente

Hot no Donna