Pet shop promove “bicho-secreto” entre mascotes

Troca inusitada de presentes ocorre hoje em empresa de Farroupilha que em 2009 realizou pela primeira vez

Mariane Capra, com a cadela Sophia, e Fernanda Riggon, com Maggi, participarão da brincadeira
Mariane Capra, com a cadela Sophia, e Fernanda Riggon, com Maggi, participarão da brincadeira Foto: Pioneiro

Cachorro não é gente, mas quem disse que o melhor amigo do homem não pode participar de amigo secreto?

Uma pet shop resolveu promover a tradicional brincadeira de final de ano com seus clientes. Os donos dos animais de estimação são meros coadjuvantes, só pegam o bilhetinho do sorteio, mas não são seus nomes que estão lá. Quem ganha os presentes são os bichinhos.

Para a revelação do amigo oculto, marcada para hoje, às 17h30min, haverá coquetel para os donos e petiscos para os cães.

A dona da Pet Dog, Cristina Prause, soube da brincadeira por um amigo secreto canino, em Porto Alegre, e resolveu trazer a novidade para Farroupilha. A primeira edição, no ano passado, contou com 15 participantes e surpreendeu a idealizadora da iniciativa.

– Na verdade, era para ser uma integração entre os clientes. Mas, já que todos eles gostam de animais, pensei: se todo mundo faz amigo secreto de gente, por que não fazer dos bichinhos também? – questiona Cristina.

A professora de inglês Fernanda Riggon, 29 anos, gostou da ideia e inscreveu Meggy, uma cachorra da raça Cocker de quatro anos, para o amigo oculto. Quem reclama da dificuldade de escolher presentes para as pessoas, pode pensar que para cachorro é pior ainda, já que eles não falam. No entanto, graças à criatividade dos donos, eles também se vestem como gente, usam artigos de cama, mesa e banho e gostam de comidinhas especiais.

– A Meggy está sempre de lacinho – conta a dona.

Para facilitar a vida dos proprietários, a velha lista de sugestões também fica disponível na pet. No ano passado, foi estabelecido um limite de R$ 10 para as compras. Neste ano, nenhum valor foi fixado. Em 2009, Meggy ganhou os petiscos a base de carne. Sua amiga secreta, a cachorrinha Sophia, da raça Shitsu, de quatros anos, ganhou comidinhas também. Para os donos, o presente é ver a festa dos cães reunidos e ter a oportunidade de trocar ideia com outros apaixonados de animais.

– Às vezes, a gente conhece os pets e não sabe quem é o dono. Como o amigo secreto, a gente acaba conhecendo as pessoas também – diz a estudante de Letras Mariane Marmentini Capra, 25, dona de Sophia.

Mesmo assim, quando os donos se encontram, os animais continuam sendo o foco das atenções.

– Ficamos contando as travessuras que eles fazem – diz Fernanda.

Há quem se espante com animais ganhando presentes, mas os donos não enxergam nada além de uma obrigação pelo que eles representam em suas vidas.

– Eles já são parte da nossa família, então que mal tem eles participaram do amigo secreto? – argumenta Mariane.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna