Phelps pode perder posto de recordista olímpico por causa de campanha da LV

Comitê Olímpico Internacional proíbe a participação de esportistas em campanhas publicitárias que não sejam relacionadas ao evento

Na imagem oficial, Phelps aparece ao lado da ex-ginasta Larissa Latynia
Na imagem oficial, Phelps aparece ao lado da ex-ginasta Larissa Latynia Foto: Louis Vuitton

O nadador Michael Phelps poderá perder seu posto de maior medalhista dos Jogos Olímpicos por causa de uma campanha feita para a grife francesa Louis Vuitton.

Em foto divulgada no dia 8 de agosto pelo site El Periódico de Cataluña, e reproduzida no jornal britânico Daily Mail, o atleta aparecia de sunga dentro de uma banheira e ao lado de uma bolsa da marca.

No entanto, o Comitê Olímpico Internacional proíbe a participação de esportistas em campanhas publicitárias que não sejam relacionadas ao evento no período de competições – que neste ano foi de 18 de julho a 15 de agosto. Como punição, Phelps pode perder as seis medalhas conquistadas em Londres e, consequentemente, o título de recordista.

Em defesa do atleta, a Louis Vuitton alegou que a foto foi roubada e veiculada sem autorização e que, na realidade, a imagem oficial é a que o nadador aparece ao lado da ginasta Larissa Latynia, de 77 anos. Se o roubo for realmente comprovado, Phelps não será punido pelo COI.

Leia mais
Comente

Hot no Donna