Primeira viagem a dois: especialista conta o que fazer para as férias não acabarem mal

Incompreensão das diferenças de atitude e temperamento é um problema em relações recentes

Saber dialogar com o parceiro é fundamental para que o passeio seja proveitoso
Saber dialogar com o parceiro é fundamental para que o passeio seja proveitoso Foto: Marcelo Oliveira

O verão é a estação em que a maioria das pessoas opta por tirar férias. E, claro, para viajar ao lado do namorado ou namorada. Mas ficar a sós com o parceiro, às vezes, pode acabar em brigas e até em rompimentos, se o casal não estiver preparado para esse tipo de convivência.

Segundo Sheila Rigler, especialista em relacionamentos e proprietária de uma agência que promove encontros entre casais, em Curitiba, esse período pode ser um bom termômetro de como a relação funciona.

? Ninguém precisa mudar o jeito de ser para não decepcionar o parceiro, mas é preciso ter maturidade para saber lidar com o espaço do outro sem perder sua própria personalidade ? explica.

Sheila alerta que o destino escolhido pode ser um dos diferenciais entre o sucesso ou o fracasso do passeio.

? Ambos devem chegar a um acordo para que a viagem não fique desagradável para nenhum dos dois ? destaca.

Os recursos financeiros que serão utilizados na viagem também devem ser definidos de maneira equilibrada antes de colocar o pé na estrada. Para Sheila, isso evitará que brigas desnecessárias afetem o relacionamento.

? Achar que o parceiro deve pagar pelas suas compras é uma das queixas mais ouço ? conta.

? O segredo está nas coisas simples, nas pequenas gentilezas, tanto dos homens quanto das mulheres ? aconselha.

Encontros e desencontros

O corretor de seguros Guilherme Franco Rando, de 28 anos, passou por uma experiência desagradável em uma viagem que fez na passagem de 2008 para 2009. Ele e sua então namorada decidiram viajar pela primeira vez juntos após dois meses de namoro e passaram quatro dias na praia.

? Tudo mudou. A cerveja que eu tomava aqui era motivo de briga na praia e o mau humor dela de manhã dificultava a relação. Até as brincadeiras constantes, que são uma característica minha, a incomodavam ? lembra Guilherme.

Foram quatro dias de muita briga o que fez Guilherme voltar mais cedo para casa.

? Terminamos na festa de Réveillon ? conta justificando que a falta de respeito pelo seu espaço e o mau humor da ex-companheira pesaram muito na decisão.

Sheila destaca que estas decepções durante as viagens são mais comuns do que as pessoas imaginam.

? É na viagem que as pessoas se conhecem melhor. Este é um período decisivo para a continuidade do relacionamento, o que dependerá do comportamento de cada um ? ressalta.

Segundo a especialista, nem sempre uma primeira experiência desastrosa significa que todas as outras tentativas serão frustradas.

Dois anos depois da primeira viagem, Guilherme decidiu viajar com a nova namorada. Com apenas um mês de namoro viajou para a praia com ela, só que desta vez a história teve um final diferente.

? Começamos a namorar no dia 3 de dezembro e a viagem foi ótima ? comenta.

A namorada Viviane Yee Chin, de 24 anos, concorda.

? Foi uma viagem maravilhosa. Não mudei a imagem que eu tinha dele. Apenas nos conhecemos melhor ? lembra que pode perceber melhor as manias do parceiro e que nada disso atrapalhou o bom momento do casal.

Confira as dicas de Sheila para a primeira viagem do casal ocorrer bem:

:: escolham juntos os lugares que querem frequentar, tentando conciliar os gostos e vontades dos dois;

:: dediquem atenção especial ao planejamento financeiro da viagem e evitem discussões por este motivo na frente de outras pessoas;

:: invista no diálogo. Conversar é o melhor a se fazer, sempre;

:: se estiver dirigindo, contenha-se na condução do veículo, não grite e não corra;

:: seja educado com as pessoas que te servirem em restaurantes e hotéis;

:: respeite filas, sejam elas quais forem;

:: não beba em excesso;

:: ajude a carregar malas e pacotes pesados é uma gentileza que deve partir dos homens;

:: não queira dividir o prato no restaurante se a porção servir apenas uma pessoa para economizar;

:: diga “por favor” e “obrigado” todas as vezes que a situação pedir.

Leia mais
Comente

Hot no Donna