Primeiros socorros: criança machucada exige atenção redobrada dos pais

Kane em dois momentos: de bigode, antes da primeira cirurgia, e de vestido e cabelos longos quando se tornou Samantha
Kane em dois momentos: de bigode, antes da primeira cirurgia, e de vestido e cabelos longos quando se tornou Samantha Foto: Daily Mail, Reprodução

Incentivar a criança a brincar e a interagir com outros pequenos é contribuir, e muito, para o desenvolvimento. Só que quem brinca, principalmente longe de casa, corre o risco de ter ferimentos ? leves ou não. Na verdade, os machucados acabam fazendo parte da história da infância, mas devem ser cuidados desde que surgem, principalmente para evitar o contato com germes e áreas sujas.

? Uma criança que se machuca ao brincar aprende a tomar mais cuidado, é um aprendizado. O lado bom de a criança ser ativa é que ela recebe mais estímulos que incentivam o desenvolvimento cognitivo e a socialização ? explica o pediatra Sílvio Luiz Zuquim.

De acordo com uma pesquisa da Topical Health, Recherche Pesquisa e Consultoria feita com mães brasileiras e realizada pela Band-Aid, hematomas e escoriações nos joelhos, cotovelos e canelas estão entre os ferimentos mais comuns entre as crianças. Enquanto a criançada mais nova costuma ter ferimentos mais leves e recorrentes, os mais velhos se machucam com menos frequência, porém, os ferimentos são mais sérios e marcantes.

Na hora do cuidado, o apoio dos pais é essencial. Por mais que ver o filho ferido possa ser motivo de transtorno e preocupação, serve como oportunidade de aproximar mães e filhos. Há uma sensação boa nesse cuidado, tanto para a mãe quanto para o filho, que se sente mais seguro e calmo com a atenção despendida a ele.

Para tratar ferimentos leves, a primeira providência é lavá-lo com água e sabão. Depois, quem desejar, pode cobri-lo com algum produto antisséptico no local e com curativos especiais. Cobri-lo pode evitar atritos e outros machucados no mesmo local até que o ferimento esteja cicatrizado, facilitando o processo de cicatrização.

Evite acidentes

? Confira os níveis de dificuldade de cada esporte para ver se eles são compatíveis com a idade e o tamanho da criança.

? Garanta que a criança, ao andar de bicicleta, patins ou skate, sempre utilize roupas adequadas e proteção apropriada, como capacete, joelheiras e cotoveleiras.

? Durante jogos, tenha certeza de que a criança será supervisionada por um adulto.

? Ofereça líquidos antes de a criança praticar atividades físicas.

? Na pracinha, procure equipamentos apropriados para a idade das crianças e verifique se estão enferrujados, quebrados ou contêm superfícies perigosas.

? A pracinha dever ser instalada em piso que absorva impacto, como um gramado, um piso emborrachado ou areia fina. Jamais deve ser instalado em piso de concreto ou pedra.

Fonte: site www.criancasegura.org.br

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna