Príncipe Albert II e Charlene Wittstock marcam casamento para julho de 2011

União promete ser um evento suntuoso realizado em no mínimo dois dias

Casamento de Albert e Charlene terá cobertura de 2 mil jornalistas
Casamento de Albert e Charlene terá cobertura de 2 mil jornalistas Foto: AFP

O príncipe Albert II de Mônaco vai se casar nos dias 8 e 9 de julho de 2011 com sua esposa sul-africana nascida no Zimbábue, a nadadora olímpica Charlene Wittstock, um casamento que promete ser um evento suntuoso, 54 anos depois da festa de matrimônio de seu pai Rainer III com a atriz americana Grace Kelly.

O casamento civil acontecerá na sexta-feira, dia 8 de julho, no palácio do principado; e a cerimônia religiosa, no sábado, dia 9 de julho. Mas o lugar desta ainda não foi divulgado, anunciou nesta quinta-feira o palácio em um comunicado breve, menos de um mês após o anúncio do noivado.

O palácio continua, por enquanto, discreto sobre os detalhes da celebração, mas não deixa dúvidas de que o evento será comemorado com luxo neste minúsculo enclave situado no sudeste da França. “O príncipe deseja que esta seja uma grande e bela festa”, deixou escapar uma fonte próxima ao principado.

– Podemos imaginar 48 ou 72 horas de duração das festividades. Vai ter a dimensão oficial e coisas ao redor para que o evento seja compartilhado com o máximo de pessoas – acrescentou a fonte.

Após sua ascensão em julho de 2005, o príncipe convidou 8 mil pessoas na Praça do Palácio. Ele desceu a pé até o porto e caminhou entre a multidão, relembrou.

Esse casamento muito esperado em Mônaco atrairá câmeras do mundo inteiro.

– É um casamento de uma importância considerável. Esperamos pelos menos 2 mil jornalistas. Mônaco suscita um fascínio nas mentes, é uma fábrica de sonhos permanente – considerou o colunista de realeza Stéphane Bern, que comentará ao vivo a cerimônia no canal de televisão France 2.

A “paixão” deste casal, disse, pode ser igual à do casamento do príncipe Rainier com Grace Kelly.

Celebrado nos dias 18 e 19 de abril de 1956, o evento, que foi praticamente uma superprodução Hollywoodiana, inclusive com o cineasta Alfred Hitchcock no papel de testemunha da noiva, foi coberto por 1.800 jornalistas.

Charlene Wittstock, campeã de natação, agora com 32 anos, não tem a mesma notoriedade de Grace Kelly. Mas sua beleza e sua origem de “classe média” oferecem os ingredientes necessários para um bom conto de fadas. As colunas sociais das últimas semanas criticavam sua maneira de trabalhar a imagem ao longo dos anos, comparando-a sempre à mãe de Albert II.

Nascida em 25 de janeiro de 1978 em Bulawayo (antiga Rodésia, hoje Zimbábue), Charlene Wittstock vestiu as cores da África do Sul durante os Jogos Olímpicos de Sydney em 2000. O apogeu de sua carreira foi dois anos mais tarde, quando ela ganhou três provas do circuito da Copa do Mundo, uma nos 100 metros costas e duas nos 200 m costas.

O príncipe, com 52 anos, pai de dois filhos fora de casamento, foi durante muito tempo o solteiro mais cobiçado do Gotha (realeza) europeu. O anúncio do seu casamento encantou os monegascos, que começavam a pensar que o dia nunca chegaria, já que os dois tinham se conhecido em 2000 e oficializado publicamente a relação em 2006.

Albert II participou de uma reportagem, no dia 13 de julho, no canal France 2, quando declarou sua vontade de “estabelecer um lar e ter filhos” com a bela nadadora.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna