Príncipe William deixa emprego para acompanhar gravidez de Kate

Pedido formal de afastamento já foi feito; anúncio das novas atividades acontece em junho

Foto: TOBY MELVILLE

O príncipe William está dando adeus às arriscadas missões de resgate que fazia em seu trabalho nas forças armadas britânicas. O herdeiro do trono entregou um pedido formal para abandonar o serviço e deve encerrar suas atividades nos próximos meses. Fontes próximas da família real revelaram ao jornal Daily Mail que o motivo por trás da decisão é a chegada do primeiro filho de William e Kate Middleton, prevista para julho.

William trabalha como piloto de helicóptero e arrisca a vida em missões, fato que já teria causado desconforto na esposa, que está grávida de seis meses. O anúncio oficial da saída do príncipe da RAF Valley será feito em junho. Na ocasião, ele também deve informar no que passará a trabalhar. A mesma fonte do Daily Mail garante que William deve permanecer nas forças armadas, mas fazendo trabalhos que não exijam grandes períodos distantes de Londres, de forma que possa acompanhar de perto o crescimento de seu filho.

Princesa fotógrafa

Enquanto espera a chegada do filho, Kate estaria se dedicando a um projeto de fotografia ainda não revelado. Rumores dão conta de que ela estaria organizando um livro com bastidores da vida na família real, cujo valor de venda seria reverido a entidades beneficentes.

Leia mais
Comente

Hot no Donna