Programa que promove “limpeza celular” acelera o emagrecimento e a eliminação de toxinas

Procedimento alia técnicas variadas para acelerar o emagrecimento e solucionar problemas de saúde

Kate Middleton e William, após o anúncio das bodas: cerimônia deve ocorrer na Abadia de Westminster, na segunda semana de agosto
Kate Middleton e William, após o anúncio das bodas: cerimônia deve ocorrer na Abadia de Westminster, na segunda semana de agosto Foto: AFP

O acúmulo de substâncias tóxicas, provenientes de determinados alimentos, da ingestão de bebidas alcoólicas, da poluição e até do uso de produtos de beleza, prejudica muito o bom funcionamento do organismo. Os problemas atingem todo o corpo e vão desde a dificuldade em emagrecer, infecções recorrentes e acne até distúrbios sérios como a depressão e o agravamento da enxaqueca. Segundo a nutricionista funcional Patricia Davidson Haiat, graduada em nutrição pela UFRJ, pós-graduada em nutrição clínica funcional pela UNIB/VP e diplomada pelo Institute for Functional Medicine (EUA), nesses casos, a solução deve passar, necessariamente, por um processo de “limpeza” celular.

A especialista explica que por este motivo o cahamdo “Programa Intensivo de Detoxificação, com duração de um mês, pode melhorar a qualidade de vida dos pacientes e resolver problemas de saúde aparentemente sem solução.

– No nosso cotidiano, ficamos expostos a diversas toxinas, que se acumulam provocando as inflamações responsáveis pela dificuldade em emagrecer e diversas outras questões, que vão desde a queda de cabelos e a celulite até distúrbios do fígado e desordens hormonais, entre outros. Por isso, um processo de detoxificação intensiva é a melhor forma de promover o emagrecimento, melhorar a aparência e aumentar o bem-estar geral dos pacientes – explica a nutricionista que trabalha com o procedimento em sua clínica, localizada no bairro carioca de Ipanema.

Patricia ressalta que o programa é realizado em três etapas de dez dias, cada uma enfocando um órgão específico com função eliminatória no corpo. Na primeira fase, são trabalhados o intestino e a capacidade de digestão; na segunda, o fígado, responsável, entre outras funções, pela emulsificação de gorduras no processo digestivo e pela eliminação de toxinas; e na terceira, os rins, cujo papel é “filtrar” o sangue e eliminar as impurezas na urina.

? Otimizando o funcionamento desses órgãos, o corpo passa a eliminar mais toxinas e as melhorias no organismo são sentidas já nos primeiros dias ? diz a especialista, lembrando que ao fim de cada etapa o paciente deve retornar ao consultório para que seja feita uma análise dos resultados e os ajustes necessários no programa.

A técnica, contudo não atinge todos os resultados sozinha. Para atingir os objetivos, são indicadas medidas multidisciplinares, que envolvem não só a dieta personalizada, estabelecida de acordo com as necessidades nutricionais específicas de cada indivíduo, mas também drenagem linfática, técnicas de escovação corporal e indicação de banhos terapêuticos, para melhorar a circulação do corpo todo; e a colonterapia, limpeza intestinal que desintoxica por meio da remoção de detritos retidos no intestino grosso.

? Aliadas, essas ações permitem uma detoxificação rápida e segura, indicada para pacientes de todas idades, inclusive mulheres interessadas em harmonizar o organismo para conceber, tendo uma gravidez mais saudável e tranquila ? sugere.

Os dez alimentos mais tóxicos ao organismo

Patricia destaca que a ingestão de determinados alimentos pode ser uma fonte de diversas toxinas maléficas ao organismo, provenientes de substâncias dos próprios alimentos, como açúcares e gorduras, ou do meio ambiente, como agrotóxicos e até a poluição do meio ambiente.

Confira abaixo a lista dos dez alimentos mais tóxicos ao organismo:

01 – refrigerantes;

02 – gordura saturada, trans e frituras;

03 – sal;

04 – açúcar refinado;

05 – fast-food;

06 – pão e outros produtos à base de farinha branca;

07 – carne processada (salsicha, salame, mortadela, presunto);

08 – chocolate;

09 – cafeína;

10 – alimentos contaminados por pesticidas e outros agrotóxicos.

Leia mais
Comente

Hot no Donna