Quando é a hora de levar as crianças ao dentista

Especialista fala da importância do cuidado preventivo

Tratamento dentário melhora a autoestima infantil
Tratamento dentário melhora a autoestima infantil Foto: Pena Filho

Qual a idade certa para levar as crianças ao dentista? Essa é apenas uma das questões que os pais tem quando o assunto é higiene bucal dos pimpolhos.

A dentista Fátima Caldeira, do Spa Dental, de São Paulo, diz que os pais devem levar a criança ao dentista pela primeira vez por volta dos seis meses ou quando aparecer o primeiro dentinho.

? Essa consulta é muito importante, pois é nela que os pais serão orientados sobre a alimentação e outros cuidados de igual importância.

Já em relação a escovação dos bebês, a especialista afirma que ela deve ser feita a partir do aparecimento do primeiro dente, que geralmente ocorre aos seis meses de vida.

? Essa escovação é feita através de dedeiras de silicone, sem creme dental. O produto, que deve ser livre de flúor, só deve ser usado com o surgimento de mais dentes, o que ocorre por volta dos 9 meses ? explica.

A não utilização do creme dental com flúor em determinado momento da vida do bebê se deve ao risco de ele contrair fluorose. A fluorose ocorre pelo excesso de flúor, consumido principalmente dos 11 meses aos 7 anos, período de formação da dentição definitiva, ocorrendo a formação de manchas brancas e até acastanhadas nos dentes, além de deixá-los quebradiços e porosos.

Essa doença pode ser evitada tomando algumas medidas como, por exemplo, evitando preparar leite em pó, que já contém flúor, com água da torneira, que recebe tratamento com flúor. Esse excesso da substância pode causar a fluorose. Também é importante observar os rótulos de produtos, principalmente os achocolatados, e verificar se eles possuem flúor.

Os pais têm um papel muito importante para evitar cáries nos dentes ainda na infância. Após as mamadas, principalmente as noturnas, é recomendável que se faça a limpeza da boca da criança com gaze embebida em solução de água e água oxigenada 10 volumes, na proporção três por um, até que se possa iniciar a escovação; evitar o uso regular de mamadeiras contendo líquidos açucarados e evitar o uso de chupetas adoçadas em mel, açúcar, etc.

Em relação ao medo do dentista, a doutora explica que uma das maneiras de se evitar isso no futuro é justamente levando os filhos ao dentista logo ao aparecer o primeiro dente.

? Com este processo, ela já vai crescer acostumada, pois se isso demorar a acontecer, a criança pode sempre associar o dentista a coisas ruins.

Outra dica essencial é não passar medo aos pequenos. Já que este gesto acaba criando um trauma pela vida inteira. Segurança e conhecimento são as palavras-chave para uma boca bonita e saudável. E vale lembrar que o mais importante é a prevenção, pois dentes que recebem cuidados desde a infância, serão mais fortes e bonitos na idade adulta.

Leia mais
Comente

Hot no Donna