Rafinha Bastos é intimado a depor em inquérito sobre apologia ao estupro

Se punido, o humorista poderá pegar entre seis anos e um ano de prisão

Rafinha Bastos participa da apresentação do CQC todas as segundas-feiras, na Band
Rafinha Bastos participa da apresentação do CQC todas as segundas-feiras, na Band Foto: Marina Tellechea

O humorista Rafinha Bastos, do CQC da TV Band, foi intimado a depor no 14º Distrito Policial de São Paulo no próximo dia 5. A informação foi divulgada pela coluna Zapping de Alberto Pereira Junior, do jornal Folha de S. Paulo.

Rafinha é alvo de um inquérito que apura os crimes de incitação e apologia ao estupro, ambos puníveis com prisão entre seis anos e um ano.

Em entrevista à revista Rolling Stone de maio, o humorista teria dito:

? Toda mulher que reclama que foi estuprada é feia, e o homem que cometeu o ato merecia um abraço, e não cadeia.

Na próxima quarta-feira, dia 27, o responsável pela publicação também deverá prestar esclarecimentos ao delegado doutor Manoel Adamuz Neto.

Leia mais
Comente

Hot no Donna