Ritual masculino por excelência, o barbear exige cuidados específicos para evitar irritação

Não existe um instrumento melhor ou pior para fazer a barba: o ideal é descobrir o que melhor se adapta a cada tipo de pele
Não existe um instrumento melhor ou pior para fazer a barba: o ideal é descobrir o que melhor se adapta a cada tipo de pele Foto: Reprodução

Ritual que acompanha os homens desde os primeiros anos da adolescência, a busca pelo barbear perfeito exige atenção mesmo com o passar do tempo. Para atingir o objetivo, diversos fatores contam, e muito: produtos específicos e compatíveis com a pele masculina, um pouco de técnica e muito treinamento.
 
O que muitos homens não sabem é que fazer a barba ? seja com lâmina, navalha ou barbeador elétrico ? compromete a proteção natural da pele, o que pode causar irritação. Para evitar ressecamento, vermelhidão e pelos encravados, é essencial usar produtos específicos e aplicar um pós-barba, que minimiza todos esses danos.
 
Confira na sequência os 10 passos rumo a um barbear perfeito.
 
Passo a passo
 
1:: O primeiro passo é estar com a pele limpa: lave bem o rosto para remover as impurezas e o excesso de oleosidade.
 
2:: O uso de toalha quente ajuda a abrir os poros – um minuto é o suficiente. A barba feita após o banho também se beneficia desse mesmo efeito. Quem tem pele seca deve evitar água muito quente, pois pode ressecar ainda mais.
 
3:: Aplique a espuma de barbear em pequenos movimentos circulares e contínuos para suavizar a pele e amaciar os pelos, proporcionando um barbear mais rente e com menos irritações.
 
4:: Preste atenção no sentido em que os pelos crescem: comece pelas costeletas, depois pela face e pescoço e pelas áreas ao redor da boca, deixando por último o queixo, onde os pelos demoram mais para amolecer.
 
5:: Use as duas mãos: uma para segurar o barbeador e a outra para esticar bem a pele, o que ajuda a evitar ferimentos.
 
6:: Barbeie-se com movimentos curtos e não pressione a lâmina demais sobre a pele, o que permite mais precisão e irrita menos a pele.
 
7:: Depois de cada passagem de lâmina, lave-a rapidamente com água morna para retirar o excesso de creme e pelos.
 
8:: Após fazer a barba, lave bem o rosto com água morna para retirar o excesso de creme e tenha cuidado ao retocar: quanto mais se passa a lâmina em um determinado local, mais irritada a pele fica. Use um pouco de creme de barbear novamente nessas áreas.
 
9:: Com o barbear finalizado, lave o rosto com água fria para fechar os poros e seque-o levemente.
 
10:: Para finalizar, passe um balm ou creme pós-barba ? se sua pele é muito sensível, utilize produtos com ações calmantes, que suavizam a irritação causada pelo barbear. Não esqueça da hidratação e do protetor solar, que também irão garantir a pele bem cuidada.
  
Dicas básicas

– Para quem utiliza cavanhaque, experimente trocar a espuma de barbear por gel não espumógeno, que facilita o barbear sem erros ou falhas.
 
– O melhor momento para fazer a barba é depois do banho – além de a pele estar limpa, os poros estão mais abertos.
 
– Verifique sempre se sua lâmina de barbear está em bom estado. Se for usar aparelhos descartáveis, use-os para três barbas – depois disso, eles podem estragar sua pele e provocar ferimentos.
 
– Lembre-se de que não existe um instrumento melhor ou pior para barbear: todos têm seus prós e contras. O ideal é descobrir aquele que se adapta melhor a sua pele, tipo de barba e habilidade. 

Leia mais
Comente

Hot no Donna