Rock ou pedra? As novas massagens nos spas

Música clássica ou eletrônica. Esmeralda ou ametista. Cobras vivas ou tequila. Vale tudo nas novas massagens oferecidas por spas.

Foto: Gretchen Ert

Uma nova modalidade de massagem oferecida em spas de Nova York permite que o cliente seja amassado enquanto ouve Led Zeppelin, Pearl Jam e U2.

Batizada de Rhythm and Bliss, a nova prática rejeita a ideia de que o estilo new age é a trilha sonora universal do relaxamento. Funciona assim: o cliente recebe um menu do músicas, ouve trechos e depois escolhe seu playlist – rock, clássico, world ou eletrônica. Então, coloca fones de ouvido e passa uma hora sendo massageado em sincronia com a música.

– Estamos realmente tentando desafiar limites – explica Ben Brown, massagista que edita as novas playlists, além de outras mais tradicionais.

Apesar de ser pouco provável flutuar para o mundo dos sonhos durante uma massagem versão rock, Brown afirma que ainda assim o cliente fica relaxado, ou pelo menos em um clima diferente do dia a dia do trabalho:

– Você pode usar a massagem como uma preparação antes de sair para curtir a noite.

A Rhythm and Bliss (que custa cerca de US$ 150) integra uma nova onda de massagens especializadas que vai muito além de pedras, óleos e lama para tranquilizar o corpo e transportar a mente. O objetivo é afetar todos os sentidos, usando música, luzes coloridas, vibrações, mesas giratórias, pedras preciosas – e até mesmo cobras vivas, em um spa em Israel.

Embora répteis não sejam comuns em spas (pelo menos por enquanto), massagistas afirmam que os serviços turbinados estão decolando, graças a uma nova geração de frequentadores dispostos a se aventurar mais, especialmente diante da promessa de um relaxamento mais rápido.

Karen Aleksich, criadora de Gemstone Vitality, acredita que uma das razões do sucesso das novidades é que os frequentadores de spas estão mais experientes. Técnicas que seriam consideradas puramente esquisitas há 10 anos hoje são aceitas porque os benefícios já seriam amplamente reconhecidos.

– Se você experimentar cromoterapia, aromaterapia, fones de ouvido ou vibrações, será transportado para um lugar diferente, onde jamais esteve – diz Susie Ellis, presidente do SpaFinder.com. – Você chegará lá mais rápido, como deseja.

Também há um número crescente de spas oferecendo massagens extremas, como a Taiz Sensorium, que inclui ser tocado por uma máquina que parece projetada por alienígenas para sondar o corpo humano.

Outras novidades são a Aura-Soma, com luzes coloridas, a Kinetic Flow, uma mesa de massagem que gira, balança e faz com que você se sinta boiando na água, a massagem com tequila, no México, e a Gemstone Vitality, que propõe ao cliente escolher uma pedra preciosa (granada, turmalina, quartzo fumê ou ametista) com a qual sinta mais ligação.

– Todas as pedras preciosas têm suas próprias propriedades curativas. A granada, por exemplo, tem o poder de aumentar o vigor e oferecer uma sensação de coragem. Mas você se sentirá atraído por apenas uma delas – assegura Karen Aleksich. – É como se fosse a sua pedra e ela falasse com você.

Segundo ela, às vezes as pedras parecem emitir calor, e vários clientes já disseram não ter conseguido segurar aquela que escolheram a princípio. A massagem custa cerca de US$ 300. Por mais US$ 10 ou US$ 20, o cliente pode levar a pedra para casa.

Leia mais
Comente

Hot no Donna