Ronaldo Fraga coloca crianças e idosos juntos na passarela

Lindos e maquiados, modelos do estilista mineiro vestiram roupas confortáveis no SPFW

Formas arredondadas pareciam abraçar os modelos, fazendo carinho
Formas arredondadas pareciam abraçar os modelos, fazendo carinho Foto: Jefferson Botega

Difícil comentar sobre o que Ronaldo Fraga aprontou nesta segunda-feira, logo no início da tarde, no São Paulo Fashion Week. O estilista mineiro se valeu do tema “De Giz”, inspirado no espetáculo “Giz”, de Álvaro Apocalypse, e foi com o dedo na ferida, tratando de abandono e desamparo.

Dispensou os modelos do casting e chamou uma turma orgulhosa e animada de crianças e idosos para desfilar. Lindo de ver, duro (do tipo que dá nó na garganta) de interpretar.

Pequerruchos e velhinhos, lindos e maquiados, vestiam roupas confortáveis, no sentido mais profundo que Ronaldo sabe dar. As formas arredondadas pareciam abraçar os modelos, fazendo carinho.

Mas como bom-humor é assunto recorrente na casa, algumas saídas descontraídas aliviaram o que poderiam ser um tema denso, pesado.

Na estampa de bolacha Maria, por exemplo, lia-se Marieta, Helvécio, Sandoval, Gislene, fazendo com que todos pudessem fazer parte da brincadeira.

Mensagens em mini quadros-negros, pendurados no pescoço como um colar, diziam frases como “os anos passarão”.

Irreverência e profundidade em igual medida, quando Ronaldo volta a mostrar que o quão democrática a moda pode ser, diferentemente do que muita gente pensa.

Leia mais
Comente

Hot no Donna