Saiba como prevenir as doenças de inverno nas crianças

Cuidados devem ser maiores com bebês e lactantes e os pais devem estar atentos aos sintomas da bronqueolite

Gustavo Lins (foto) elevou a reciclagem ao padrão de arte
Gustavo Lins (foto) elevou a reciclagem ao padrão de arte Foto: PATRICK KOVARIK

Se o frio pode afetar a saúde dos adultos, no caso das crianças as doenças comuns do inverno podem ser ainda mais graves. Os cuidados devem ser dobrados com bebês e lactantes e os pais devem estar atentos aos sintomas da bronqueolite, que causa dificuldade respiratória, tosse, cansaço e chiado no peito.

? Os menores de dois anos de idade são mais susceptíveis a problemas respiratórios severos, pois suas defesas imunológicas ainda são fracas e a capacidade respiratória é baixa. Portanto, se tiverem febre ou aparentemente um simples resfriado, é preciso o encaminhamento ao especialista com urgência ? explica o médico.

Contudo, de acordo com o pediatra Juang Horng Jyh, algumas medidas simples podem evitar as enfermidades relacionadas às baixas temperaturas. Confira algumas dicas de prevenção:

:: Não leve os filhos com resfriado ou gripe para a escola ou creche, pois além do repouso necessário para a recuperação, evita-se que a criança transmita o vírus aos seus colegas;

:: Evite que pessoas com gripe ou resfriado fiquem em contato direto com os seus filhos pequenos, dentro da sua própria casa. Caso os pais ou irmãos maiores estejam com resfriado, é recomendado o uso de máscaras comuns (vendidas em farmácias) quando estão pertos destas crianças, especialmente, se for um bebê;

:: Não saia de casa com bebês com menos de quatro meses de idade para lugares com aglomerações de pessoas. Nessa idade, as defesas imunológicas ainda não estão desenvolvidas ele é muito mais propenso a contrair doenças com mais complicações;

:: Mantenha a vacinação adequada em dia;

:: Faça o aleitamento materno que, além de ser o alimento ideal para os bebês até o sexto mês de vida, transmite anticorpos da mãe que os protegerão de um grande número de doenças;

:: Mantenha a casa e, principalmente, o quarto das crianças arejado e limpo. É importante não ter nada que possa acumular pó, pois os ácaros costumam se fixar em objetos como bichinhos de pelúcia, tapetes, cortinas, protetor de berço, mosquiteiro, almofadas, caixas de brinquedos;

:: Mantenha os animais de estimação no quintal;

:: Não fume e não permita que fumem dentro da sua casa, em nenhum cômodo, pois a fumaça de cigarros irrita as vias respiratórias;

:: Na época de clima mais seco, deve-se umidificar os ambientes nos quais o seu filho passa maior tempo, para amenizar possíveis irritações de pele e mucosas.

Leia mais
Comente

Hot no Donna