“Se pagar bem, claro que vendo o SBT”, diz Silvio Santos em entrevista à “Folha de S.Paulo”

O apresentador diz que, se Eike pagar R$ 2,5 bilhões que ele deve ao FGC, leva a emissora

Silvio Santos ironiza ao falar sobre bolinha de papel que teria atingido candidato José Serra na campanha eleitoral
Silvio Santos ironiza ao falar sobre bolinha de papel que teria atingido candidato José Serra na campanha eleitoral Foto: Divulgação

Compartilhar

Em entrevista por telefone à colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, na quinta-feira à noite, o apresentador Silvio Santos falou sobre a crise que envolve o SBT. Ele disse que se alguém pagar o que ele deve ao Fundo Garantidor de Crédito (FGC), pode comprar a emissora. Silvio emprestou à sua holding dinheiro para cobrir o rombo do banco PanAmericano.

Durante a entrevista, o apresentador usa e abusa da ironia.

Silvio alegou que não pode comentar o que está ocorrendo com o banco porque assinou um termo de confidencialidade: “Só quem pode falar sobre é o FGC”, disse. Questionado se havia conversado com Lula sobre o PanAmericano, Silvio questiona “que Lula?”. Quando a colunista afirma “o presidente”, o apresentador responde que o encontrou, mas que os dois falaram apenas sobre o Teleton (programa que arrecada recursos para a Associação de Assistência à Criança Deficiente – AACD).

Silvio disse que que Lula prometeu que doaria R$ 13 mil para o programa, mas que a doação ainda não chegou. Em meio a risos, disse que está está preocupado porque a candidata de Lula ganhou a eleição, mesmo com o fato de o presidente não ter cumprido a promessa.

Sobre os boatos que o SBT teria “esquentado” uma reportagem (matéria afirmou que o candidato tucano à Presidência, José Serra, foi atingido, numa manifestação, por uma bolinha de papel, e não por um objeto mais pesado, como ele dizia) porque estava com problemas financeiros, Silvio desconversou e questionou se algo havia caído na cabeça de Serra ontem. Mônica diz que incidente ocorreu durante a campanha. O apresentador, então, afirma que não sabe de bolinha alguma, porque não assiste à televisão. Só olha filmes.

Quando a pergunta foi sobre a informação que o empresário Eike Batista quer comprar o SBT, Silvio se mostra entusiasmado: “No duro? Ah, me arranja! Arranja para mim que eu te dou uma comissão”.

Mesmo dizendo não saber quem é Eike, o apresentador assume que venderia o patrimônio se ele pagasse bem: “Se ele pagar os R$ 2,5 bilhões que estou devendo, vendo o SBT, é claro. Não precisa nem pagar para mim, paga para o FGC”.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna