Sem Galliano, Dior abre os desfiles da alta-costura em Paris

Coleção da maison é a primeira sem a assinatura do estilista, após 15 anos de parceria

Após 15 anos, esta foi a primeira coleção não assinada pelo estilista John Galliano
Após 15 anos, esta foi a primeira coleção não assinada pelo estilista John Galliano Foto: François Guillot

Christian Dior foi a primeira maison a apresentar sua coleção de alta-costura em Paris nesta segunda-feira, abrindo a temporada de desfiles que ocorrem de até quinta-feira na capital mundial da moda. Após 15 anos de parceria com o britânico John Galliano, esta foi a primeira coleção que não levou a assinatura do estilista, demitido após o escândalo de acusações de racismo e antissemitismo.

O desfile, realizado nos jardins do Museu Rodin, trouxe uma coleção considerada diferente daquilo que vinha sendo produzido por Galliano, numa tentativa da marca de superar o episódio negativo do estilista.

– Estamos acostumados a ser ecléticos – explicou o novo designer da grife, Bill Gaytten, em entrevista ao jornal The Guardian.

A coleção da Dior inspirou-se no estilo clown para apresentar 36 modelos com detalhes como camadas sobrepostas, bordados metálicos, saias bufantes e plissadas, entre outros elementos.

O line-up da semana de moda de Paris terá desfiles dos maiores nomes da moda mundial. Junto com Dior, Chanel e Jean Paul Gaultier são algumas das marcas mais aguardadas.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna