Sexo poderia ajudar no crescimento de células do cérebro, diz pesquisa

Níveis de hormônio ligados ao estresse e ao prazer foram estudados em ratos

Solução para a infertilidade pode ser fazer mais sexo
Solução para a infertilidade pode ser fazer mais sexo Foto: Divulgação

Ajudar células do cérebro a crescer e, de quebra, diminuir a ansiedade. Estas são as conclusões de um estudo da Universidade Princeton, Estados Unidos, sobre os benefícios do sexo na saúde.

A pesquisa foi derivada de conclusões anteriores que provavam a repressão de crescimento de neurônios após situações estressantes. Cientistas dedicaram-se, então, a observar o efeito inverso: situações de prazer que pudessem ocasionar o crescimento das células cerebrais.

Divulgado pelo Live Science, o estudo acompanhou os efeitos em ratos adultos – machos e fêmeas. Os animais foram confinados no mesmo espaço para copular uma vez ao dia durante duas semans corridas. Já outros animais tiveram contato sexual apenas uma vez nestas duas semanas.

Os níveis do hormônio glucocorticoide, ligado ao estresse, foram medidos em ambos os grupos. Ambos os grupos de ratos apresentaram aumento de células na área do hipocampo, ligada à memória. O grupo que copulou diariamente teve, porém, um crescimento maior do que os outros no tamanho dos neurônios e na interconexão celular.

Os realizadores do estudo afirmaram que, se por um lado os hormônios do estresse podem fazer mal ao cérebro, os efeitos podem ser anulados por uma experiência prazerosa.

Leia mais
Comente

Hot no Donna