Short será a grande estrela do verão

Foto: Divulgação

Prepare-se para o short no verão 2010. Este pequeno notável vai circular dia e noite, na praia e na cidade, no corpo de quem pode, pois exalta a “preferência nacional”, o bumbum.

Na praia, o short está liberado para todas as estéticas, mas, na cidade, é fundamental uma análise no espelho e um ambiente descolado para usar.

ENCARE
:: Mais fresquinhos que as calças e tão confortáveis quanto, o short deixa a mulher feminina e sexy com mais conforto que a minissaia, mostrando o mesmo espaço de perna. Ideal para qualquer situação descontraída, do passeio de moto a uma festa sofisticada.

:: Democrático, o short não faz restrição à raça, idade ou estatura, mas são incompatíveis longe das praias em mulheres fora de forma.

:: Em casa ou na beira da praia, o short fica liberado para qualquer corpo, mas, na cidade, exige postura, produção e ambiente adequado.

:: Em quadris largos, use com malha amarrada na cintura ou tipo túnicas.

:: Quem tem quadris mais largos deve optar pelos modelos mais retos, do tipo alfaiataria e em cores escuras, além de evitar os muito justos e em cores claras e vivas.

:: O short mais volumoso, com muito bolso, estampa grande e do tipo balonê, dá a ilusão de aumentar a região e fica bem em quem tem quadris estreitos e pouco bumbum.

:: Modelos de cintura alta são bastante atuais, mas funcionam melhor em quem não tem barriga nem quadris largos.

:: Na meia-estação, use short com sandálias e meias foscas, coloridas ou ornamentais, mas, no verão, elimine as meias durante o dia.

:: Use com blusas justas e curtinhas ou com batas levemente folgadas. Evite no trabalho e em ambientes formais.

:: Use com sandálias, tênis, botas e chinelos. Em versão sofisticada, merece salto alto e bolsa pequena.

:: Quando usado descontraidamente, pede mochilas, camisetas ou malha e calçados informais, saltos mais baixos ou cepa de plataforma.

:: Use com botas ou sandálias de salto se quiser uma imagem sexy. Escolha tênis, mocassim ou rasteirinha para transformar em esportivo.

:: Existem modelos para a praia e para circular na cidade. Um floral estilo surfista é o ideal para as férias, já o de tecido sedoso é para a noite e os de cáqui, cargo ou jeans desfiado servem para qualquer cenário, até para as baladas noturnas.

PERIGO

:: Versões curtas ou muito justas desfavorecem quem tem bumbum molengo. Donas de traseiros avantajados devem ficar longe dos exemplares com Lycra na composição, preferindo modelos em jeans ou sarjas, mais firmes ao corpo e que ajudam a dar uma “segurada” no volume.

:: Quem não se considera em forma total, deve usá-los com túnicas e blusas mais largas e com apenas alguns centímetros a menos que o comprimento do short.

:: Desfavorece quem tem pernas muito finas (melhor bermudinhas ou minissaia)

:: Inadequados no trabalho a não ser para profissionais que precisam mostrar o corpo. 

A HISTÓRIA DO SHORT

O shorts, palavra inglesa criada a partir de adjetivo inglês “pequeno”, define uma calça curta. Os homens foram os primeiros a mostrar as pernas nas saias egípcias ou nos culotes bufantes. Na segunda metade do século 19 usavam shorts para jogar críquete e golfe. O shorts pulou para o guarda roupa feminino em 1933, no dia que a tenista americana Alice Marble entrou na quadra com calças esportivas cortadas na altura das coxas, uma versão ousada dos uniformes dos atletas masculinos.

As primeiras mulheres a vestir shorts longe das quadras esportivas foram as americanas candidatas a concursos de beleza. Hollywood e o cinema adotaram o shorts para que suas estrelas mostrassem mais que o talento de atuar. Com tão bom marketing, o shorts não demorou para sair da tela e entrar em cena. Na França, começaram a circular em 1936, na prática de ciclismo.

Em voga nos anos 1950 como peça de lazer, se consagrou nos anos 1960 com o nome de “hot pants” (calças quentes). Cansado da minissaia, o estilista Pierre Cardin inovou, criando maxivestido aberto na frente, abrindo espaço para o shortinho. Esquecidos pela moda durante os anos 1980, sempre tiveram espaço no corpo das brasileiras, especialmente na moda praia. Os shorts são básicos para aliviar o calor e opção sexy e confortável para sair à noite em sarja, fibras com elastano (que garantem conforto total), jeans ou tecidos nobres.

Leia mais
Comente

Hot no Donna