Sienna Miller processa tablóide britânico por violação de privacidade

O jornal teria acessado conversas telefônicas da atriz por um ano

Sienna Miller não se contentou com pedido de desculpas e indenização proposta por tablóide
Sienna Miller não se contentou com pedido de desculpas e indenização proposta por tablóide Foto: AP

Sienna Miller não desistiu da ideia de processar o tablóide britânico “News of the World”, acusado de grampear seu telefone, apesar do pedido de desculpas e da proposta de indenização feitos pelo jornal. A afirmação é de Mark Thomson, um advogado que representa a atriz.

Segundo Thomson, o veículo teria incorrido em uma “violação escandalosa da privacidade.” Na última sexta-feira, o diário reconheceu que escutava as conversas telefônicas de celebridades, e disse que pagaria um indenização pelas “demandas justificáveis”.

O advogado disse ainda que a atriz aguardava esclarecimentos do jornal, ao qual acusa de estar acompanhando suas conversas telefônicas por um ano. Durante vários anos, o jornal alegou que os grampos eram ações de “empregados rebeldes”, que foram presos em 2007.

Leia mais
Comente

Hot no Donna