Skate para elas

Além de ser um ótimo exercício, andar de skate agora é estiloso também para a mulherada

Dinae Passos pratica o skate elétrico desde que o equipamento chegou ao Brasil
Dinae Passos pratica o skate elétrico desde que o equipamento chegou ao Brasil Foto: Divulgação

Não é de hoje que a prática do skateboard não é mais uma exclusividade masculina. As mulheres os acompanham, e muito bem, na prática. O skate elétrico que chegou ao Brasil em 2008, e conquistou não apenas os amantes do esporte, mas também aqueles que há muito não usavam o antigo amigo e encontraram, na versão elétrica, uma maneira de retomar os velhos tempos de maneira moderna como meio de transporte e lazer.

Agora é a mulherada que adotou o skate elétrico como esporte, e elas estão arrasando nos parques, nas ruas e nas orlas brasileiras. Famosas como a ex-namorada do jogador Adriano, Joana Machado, conhecida por manter o corpão, já foram flagradas a bordo de seus skates elétricos. Com motor elétrico movido a controle wireless, o aparelho tem modelos de fácil manuseio e ajudam na prática de um ótimo exercício físico. Provavelmente por isso agrada tanto às mulheres.

Dinae Passos adotou o skate elétrico logo que ele chegou ao Brasil e não larga mais.

? É o futuro: tecnologia, praticidade, energia limpa. Muitos curiosos param para perguntar como funciona, afinal, mulher andando de skate elétrico chama muito a atenção. É ótimo para passear e, além de tudo, estou fazendo exercício físico, que me ajuda a deixar em forma ? conta.

Aliar exercícios com a sensação de liberdade é um dos pontos altos do skate elétrico. Mozart Carlos Aishner, mestre de artes marciais como Muay Tai e Jiu-Jitsu, explica que o skate elétrico trabalha muito os músculos das pernas e o equilíbrio, além de relaxar a mente, já que a prática é feita ao ar livre. Apesar de ter motor elétrico, o skate exige o controle da pessoa que está andando, que o domina com os movimentos corporais semelhantes aos do skate comum. Porém, isso é feito em alta velocidade e com maior capacidade de deslocamento.

Superfeminino

Pensando no público feminino que o skate elétrico vem conquistando ao longo dos últimos três anos, a Two Dogs, empresa importadora do skate elétrico, lançou há pouco o “shape personalizado”, em duas versões. Tairone Passos, empresário que trouxe o equipamento pela primeira vez ao Brasil, explica a estratégia:

? As mulheres vêm representando cada vez mais um número significativo na compra dos skates. Entendendo que elas são exigentes, elaboramos dois diferentes modelos de shape, que podem ser comprados separadamente nas mesmas lojas que vendem o skate elétrico. Escolhemos esses dois modelos depois de uma pesquisa feitas com várias clientes ao longo do último ano ? conta Passos.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna