“Sósia perfeita” de Scarlett Johansson é citada em livro e atriz processa editora

Em "La Première chose qu'on regarde", o autor Grégoire Delacourt narra o encontro de uma mulher igual à atriz e um " mecânico parecido com Ryan Gosling"

A atriz pede para o tribunal "reparar os danos causados pela violação e pelo uso fraudulento dos direitos relativos à personalidade"
A atriz pede para o tribunal "reparar os danos causados pela violação e pelo uso fraudulento dos direitos relativos à personalidade" Foto: revista vip,divulgação

A atriz americana Scarlett Johansson decidiu processar a editora do escritor francês Grégoire Delacourt, que, em seu livro La Première chose qu’on regarde, coloca em cena um personagem sósia da artista, indicou nesta sexta-feira a editora JC Lattès.

? Recebemos no dia 5 de junho uma citação judicial diante do Tribunal de Grande Instância de Paris, a pedido de Scarlett Johansson ?, indicou a editora à AFP.

A atriz pede para o tribunal “reparar os danos causados pela violação e pelo uso fraudulento dos direitos relativos à personalidade” de Scarlett Johansson, e exige que a editora seja condenada ao pagamento de perdas e danos, explica a JC Lattès.

Em seu livro, o autor descreve um encontro entre um mecânico “parecido com Ryan Gosling” e uma modelo “sósia perfeita de Scarlett Johansson”.

Os advogados da atriz americana de 28 anos também exigem a “cessão dos direitos e da adaptação da obra”.

? Este caso é ainda mais desconcertante se levarmos em conta que este romance é um hino às atrizes, a sua beleza e a sua inteligência, para afirmar justamente que a beleza interior é o que conta ?, ressalta a editora.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna