SUS oferecerá vacina contra a pneumonia

Com imunização de crianças de um ano, expectativa é evitar 10 mil mortes

partir de 2010, o Sistema Único de Saúde (SUS) passará a oferecer de forma gratuita a todas as crianças com até um ano uma vacina contra a bactéria pneumococo, que provoca meningite bacteriana, pneumonia e otite média, além de algumas formas de bronquite e sinusite. A estimativa é que a inclusão da vacina no calendário nacional leve a uma redução de cerca de 10 mil mortes por ano em todas as faixas etárias – com a imunização das crianças, a circulação da bactéria no ambiente diminui e o efeito positivo é sentido também entre os adultos.

A medida é fruto de um acordo firmado entre o Ministério da Saúde e a farmacêutica britânica GSK. O convênio prevê a transferência de tecnologia para a Fiocruz, que no futuro assumirá a produção do imunizante.

Para a médica Isabella Ballalai, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, o anúncio da vacina é uma boa notícia porque a inclusão do medicamento na rede era reivindicação antiga das sociedades de imunização e pediatria. Uma vacina similar, que protege contra sete subtipos de vírus e custa R$ 500, já está disponível na rede privada há quase 10 anos, com resultados positivos. O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, reforça a importância da novidade.

– Vamos oferecer no SUS uma vacina moderna, conjugada, que hoje está acessível a uma parcela muito pequena da população – disse.

A vacina adquirida pelo ministério será eficaz contra 10 sorotipos do pneumococo. Com isso, a cobertura passará dos atuais 70% para 82,5% dos casos registrados no Brasil.

Há ainda uma terceira vacina, da Wyeth, que protege contra 13 sorotipos da bactéria, mas que aguarda aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Leia mais
Comente

Hot no Donna