Tendência na Europa e Estados Unidos, jantares exclusivos chegam a Porto Alegre

Jantar na Capital será realizado hoje à noite e terá inspiração nos filmes de Woody Allen

Foto: Catriona Mills

Restaurantes secretos (ou antirrestaurantes) são uma onda crescente na Europa e nos Estados Unidos. São também chamados de supper clubs (clubes de jantar, na tradução literal), home bistros, secret restaurants ou puertas cerradas. A moda pegou pelo clima exclusivo e íntimo, uma proposta de clube para poucos. Especula-se que a crise europeia também tenha forçado muitos chefs a fechar as portas de seus restaurantes tradicionais, optando por propostas menos dispendiosas.

O brasileiro Luiz Hara, radicado há 20 anos em Londres, criou um encontro na sua casa com os leitores de seu blog, www.thelondonfoodie.co.uk. Além de comer e beber, eles estendem o papo com críticas e sugestões online. Em Paris, um dos clandestinos mais bombados é o Hidden Kitchen, que tem fila de espera de até cinco meses. As reservas são feitas pelo site hkmenus.com, mediante senha.

Em Porto Alegre, acontece neste sábado 29 um puertas cerradas inspirado nos filmes de Woody Allen, promovido pelos criadores do Gastronomismo, um programa feito para a internet em parceria com o canal GNT.

Clandestinos bombados

Ted and Amy: Kara Masi abre as portas do seu apartamento no Brooklyn duas vezes por mês, para até 12 pessoas. O cardápio depende do que ela encontra no mercado do bairro.

CPH Meal: dois amigos de Copenhague, na Dinamarca, organizam a noite, selecionam um lugar na cidade e chamam um chef convidado para preparar o menu.

Hidden Kitchen: é um dos clandestinos mais vip de Paris. As reservas para o private supper club são feitas pelo site hkmenus.com.

– Thyme: casal de Berlim, na Alemanha, organiza jantares em grupo, mas o local é surpresa. Muda toda semana. Para até 18 pessoas.

The London Foodie: Luiz Hara, chef brasileiro, recebe as pessoas em sua casa, no bairro de Islington, em Londres.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna