Tratamentos de beleza podem ser prejudiciais à saúde infantil

Foto: Divulgação

O mercado cosmético é tão sedutor que também encanta crianças. Mas a hair stylist Lílian Souza lembra que algumas intervenções, principalmente as químicas, podem ser prejudiciais à saúde, e responde às dúvidas sobre cuidados com cabelos infantis.

CRIANÇAS X ADULTOS
Existe uma diferença na composição dos produtos infantis. Os xampus destinam-se à limpeza e não podem ser irritantes ao couro cabeludo e aos olhos. Portanto, seu pH deve estar entre 7 e 8,5. Já para adultos, o pH do xampu fica em torno de 5. A partir dos oito anos de idade já é possível mudar alguns produtos de manutenção. O ideal é começar com o uso de xampus para cabelos normais, pois os fios ainda estão totalmente selados, não havendo necessidade de substâncias mais fortes.

QUÍMICA
Os processos químicos, como alisamentos e colorações, podem ser feitos a partir dos 10 anos. Ainda assim, exigem cautela. É preciso considerar diversos fatores, como textura e tipo de cabelo, quantidade de fios e cuidados que se têm em casa. Também é imprescindível fazer uma proteção cuidadosa ao couro cabeludo. Se algum procedimento for feito de forma precipitada, as consequências poderão ser desastrosas tanto no resultado dos cabelos quanto para a saúde das crianças.

ESCOVA E CHAPINHA
Interferências térmicas, como escovas e chapinhas, não afetam o crescimento capilar, mas causam enorme dano aos fios. O excesso de calor causa ressecamento na fibra capilar devido à perda diária de água.

DEFINITIVO
Modificações bruscas de textura (alisamentos, luzes ou colorações) prejudicam os fios de forma definitiva. Interferências constantes em um curto espaço de tempo exigem tratamentos especializados e manutenção constante.

Leia mais
Comente

Hot no Donna