Uniban é condenada a pagar R$ 40 mil a Geisy Arruda

Em 2009, ela foi hostilizada por outros alunos por usar um vestido curto

Em outubro de 2009, Geisy Arruda concedeu uma entrevista e falou sobre o episódio
Em outubro de 2009, Geisy Arruda concedeu uma entrevista e falou sobre o episódio Foto: Paulo Liebetrt/Agência Estado/AE

A Universidade Bandeirante de São Paulo (Uniban) foi condenada a pagar R$ 40 mil de indenização por danos morais a Geisy Arruda. Em outubro do ano passado, a estudante foi hostilizada por outros alunos nas dependências da instituição por usar um vestido curto.

Os advogados de Geisy afirmam que houve falha na prestação de serviço e que os direitos da estudante, como consumidora, foram violados, por conta das agressões verbais e da ameaça à segurança pessoal dela.

Na defesa, a Uniban alegou não ter causado nenhum dano a Geisy, alegando que foi a estudante quem causou danos à empresa e que teria planejado o episódio para adquirir notoriedade e conseguir vantagens.

Em junho, a Justiça ouviu nove testemunhas, entre alunos e funcionários da universidade, além da própria Geisy.

Os advogados dela pediam R$ 1 milhão de indenização, mas o juiz de São Bernardo do Campo considera, em sua sentença, o valor de R$ 40 mil “quantia suficiente para compensar a violação sofrida pela autora”.

Atualmente, Geisy participa do reality show “A Fazenda 3”, exibido pela Rede Record. Por estar em confinamento no programa, a estudante ainda não tomou conhecimento da sentença.

Leia mais
Comente

Hot no Donna