Não existe liberdade maior do que (re)descobrir nosso estilo

Ontem à noite participei do Donna Talks com a querida e talentosa personal stylist Roberta Weber. Conheci a Roberta navegando na internet. Um belo dia caí em seu site, o robertaweber.com, e fiquei absolutamente encantada com o conteúdo e o conhecimento dela sobre moda e estilo. Em um mundo de blogueiras narcisistas e egocêntricas, ter uma Roberta por perto é mais do que um privilégio: é uma bênção. Imediatamente, entrei em contato com a Roberta para que ela participasse mais dos projetos de moda de Donna. Desde então, ela é nossa colaboradora – e isso muito me orgulha.

Com o tempo, fui conhecendo também a pessoa Roberta – e fui gostando ainda mais dela. Roberta é humilde, querida, amiga, generosa – características que prezo demais em um ser humano. Por esses e tantos outros motivos, não pude deixar de assistir ontem ao primeiro Donna Talks que a Roberta participou junto com a marca Donna: “Um Dia com uma Personal Stylist”. O Espaço Clientes da RBS lotou de mulheres para acompanhar a palestra de Roberta sobre tipos de corpo, limpeza de closet, peças essenciais no guarda-roupa – essas coisas que a gente sempre adora ouvir e que nunca é demais. Eu, por exemplo, fiz várias descobertas.

Primeira descoberta: tenho o corpo Ampulheta.
Segunda descoberta: meu estilo é Esportiva/Básica/Boho.

12LiberdadeDESCOBERTAS LIBERTADORAS

Já fazia algum tempo eu andava vivendo uma crise de estilo. Explico: quando era mais jovem, lá pelos meus 20 anos, adorava um salto, um comprimento mini, um decote, uma roupa justa e uma perna de fora. Coisas de guria descobrindo o corpo, nada de anormal. Hoje em dia, quando passo na frente desses pubs e casas noturnas – e vejo as gurias de 20 e poucos anos na fila de saltão, microssaia justinha e blusinha apertada -, entendo perfeitamente que é uma fase da vida.

Quando mudei para Barcelona com todos meus saltos e roupas justas na mala, me dei conta que eu não era mais aquilo ali. Me tornei uma pessoa saruel + Havaiana + batinha indiana. Ou seja: o oposto. Eu tinha 30 anos e gostei daquela transformação. Quando voltei para o Brasil e fui morar no Rio de Janeiro, aprimorei esse meu estilo com vestido longo, rasteirinha, shortinho e blusinha folgada. Um saltinho baixinho e outro – e só.

Quando fiz 40, com algumas calças de alfaiataria no armário, casada e morando aqui em Porto Alegre, comecei a sentir uma crise de identidade. Eu não era mais aquela femme fatale de 20; não era mais aquela quase riponga de 30; não era mais a carioca falsificada de 35 e tampouco essa metida a executiva de 40.

no-de-cordaMINHA CABEÇA DEU UM NÓ

Obviamente não passei a sair pelada na rua, continuei me vestindo, mas sem vontade de comprar nada novo, sabe assim? Passei a olhar fotos de mulheres que admiro na internet, passei a observar o estilo delas, passei a pensar em quem eu sou agora, quais roupas e estilo seriam capazes de transmitir a imagem da Mariana de verdade e andava nesse processo quando fechamos a ideia da palestra da Roberta. “É agora!”, pensei. “Vou me redescobrir!”. E aconteceu de fato. Descobri que sou Esportiva/Básica e também Boho. Descobri que tenho o corpo Ampulheta e justamente por essa razão meus moletons, blusas e afins de decote redondo e colado no pescoço ficam apodrecendo no armário. Mulheres de corpo Ampulheta são desfavorecidas por esse tipo de decote – e eu nunca me senti bem usando, embora insistisse em comprar.

imbecil-large-msg-1108329028-211BAITA IMBECIL

E o que vem a ser uma mulher de corpo Ampulheta? É uma mulher com um tipo de corpo em que ombros e quadris estão na mesma linha, os seios são médios e as curvas são proporcionais. O ponto forte do corpo é a cintura fina. Se eu gosto? Preferia ter ombros largos e quadril estreito, mas a grama do vizinho sempre é mais bonita, vai dizer?. O que eu devo fazer com meu corpo Ampulheta?

scarlett-johansson-saia-cintura-alta-estampas-floresMANTER A CINTURA MARCADA
E daí entendi porque gosto tanto de marcar a cintura alta. Óbvio! Tenho o corpo ampulheta (igual ao da Scarlett Johansson! Haaahahaha!!)  Logo, cintura marcada fica bem em mim! 

bento1NÃO ACREDITO QUE ELA FEZ ESSA COMPARAÇÃO

scarlett-johansson-ladylake-louboutin-chanel-anos-50NÃO FOI ELA, BENTO!
FOI A ROBERTA!

woman-with-victory-sign-300x188TOMA, LHASA!

bento1NÃO ACREDITO QUE ELA ACREDITOU

O que aprendi que devo fazer com meu corpo de Scarlett Johansson:
1) Quando for escolher um blazer, preferir lapelas de tamanho médio para não aumentar a largura do tronco. É fundamental que a modelagem seja acinturada para dar forma ao corpo. Devo evitar os cortes retos.
2) Peças confortáveis e feitas de tecidos fluidos são ótimas, mas é fundamental marcar a cintura.
3) Roupas com modelagens retas na parte inferior são bem-vindas. Por exemplo: saia-lápis. Está explicado porque me sinto bem de saia-lápis.
4)
Cinto é um grande aliado. Finos, grossos, lisos, texturizados, com ou sem enfeites, ele garante suas forma e valoriza o que o seu corpo tem de mais bonito: a cintura.

Agora me perguntem quantos cintos em tenho? Duas gavetas cheias! Agora me perguntem quando eu uso os meus cintos? NUNCA!

imbecil-large-msg-1108329028-211BAITA IMBECIL

Quanto ao estilo Esportiva/Básica e Boho: Roberta ensinou que a gente não tem necessariamente um único estilo. Podemos ser clássicas e modernas, ou minimalistas e esportivas e por aí vai. No meu caso, e de acordo com a percepção dela, sou Esportiva/Básica e tenho um pouco de Boho. Bingo! Fez todo o sentido. O que significa isso?

estilo-amanda-seyfried003SOU MEIO AMANDA SEYFRIED
Gosto de camisetas e blusas podrinhas, calças confortáveis e sapatos baixos

estilo_esportivo_3_(para_blog)[1]SOU MEIO GISELE BÜNDCHEN (essa palestra me fez um bem…..)
Mantenho meu estilo jeans preferido com tênis ou sapatilha e um casaquinho ou jaqueta de cor neutra

Fui estudar mais sobre meu estilo e me identifiquei ainda mais com ele. Tem esse estilo aquelas pessoas que usam roupas geralmente confortáveis, com cores básicas, de uma só cor e sem muitas texturas. Adoram aquele conjuntinho jeans + camisetinha. Usam sapatos cômodos e básicos. Em geral as mulheres desse estilo não tendem a usar várias bolsas, preferem poucas e em cores como café e preto. Quase não se preocupam com acessórios e quando se preocupam são os mais básicos possíveis.

03-por-ai-mulher-gritando5SOU EU ESCRITA!

Qual a mensagem que esse estilo Básico/Esportivo passa?
1) Imagem acessível, amigável e mais esportiva.
2) Alegria e amabilidade.
3) Entusiasmo e otimismo.
4) Energia e simplicidade.
5) Praticidade.

03-por-ai-mulher-gritando5SOU EU ESCRITA!

Qual a fortaleza desse estilo?
1) Atrai amigos e diversão.
2) Se torna uma pessoa adorável.
3) Personalidade aberta.
4) Reduz o stress.
5) Simplifica o vestuário.

03-por-ai-mulher-gritando5SOU EU ESCRITA!

bento1ELA COMEÇA A FICAR INSUPORTÁVEL

E quais são os riscos desse estilo (porque nem tudo são flores na vida, claro!)?
1) Ver-se muito desarrumada e cair na mesmice (sinto isso!!)
2) Não ser levada à sério em algumas ocasiões (sinto isso principalmente quando entro em alguma loja e as vendedoras não acreditam que eu quero comprar algo).
3) Ter dificuldade na hora de se arrumar pra um evento mais sofisticado (sinto muito isso!!).

woman-yelling-istock-de20E SOBRE O ESTILO BOHO, MARIANA?

 O Boho é um estilo de várias influências boêmias e hippie, que, no seu auge em 2004 e 2005, foi associado particularmente com as atrizes Sienna Miller e Kate Moss, no Reino Unido, e Mary-Kate e Ashley Olsen, nos Estados Unidos. De fato: cada vez que quero ter alguma inspiração boho, coloco no Google “Boho + Siena Miller” e “Boho + Kate Moss” e as referências são inúmeras.

Olha!

 Red Carpet Arrivals - Grand Opening of Atlantis, The PalmMARY KATE DE ESTILO BOHO NO TAPETE VERMELHO

SIENNA 208112_10150134314241734_170550111733_6257363_6315183_nSIENNA MILLER DE BOHO NAS RUAS DE LONDRES

kate boho-babeKATE MOSS DE BOHO EM UM FESTIVAL DE MÚSICA

Boho significa ser individual e natural. Os tons terrosos são os melhores, com detalhes de cores como laranja, verde e magenta. Saias e camisas soltinhas são uma ótima opção, mas não é preciso só vestir roupas largas para ser Boho. Algumas das tendências são a utilização de roupas super longas, vestidos, estampas, florais e cores brilhantes combinadas com tons de terra. Outra dica de roupas boho: partes superiores com bordados, aplicação de pedras, estampas florais, detalhes de crochê e short cortado. Uma grande parte do estilo boho é a utilização de sandálias confortáveis e casual. Normalmente, estas sandálias são de altura média e em tons neutros, mas cores mais ousadas podem ser uma maneira divertida de investir neste estilo, deixando-o mais personalizado.

O que tenho a dizer depois de toda essa auto descoberta proporcionada pela super Roberta?

mujergritandoADEUS, TERAPIA!

bento1TENSO

Falando sério agora: o que tenho a dizer depois de toda essa auto descoberta proporcionada pela super Roberta?

mujergritandoVAI TER FAXINA NO CLOSET NO FERIADO!

bento1BEM TENSO