Donna - ir para home

Dopper: porque beber dois litros de água por dia nunca foi tão fácil

doppor

Me chama bastante atenção pessoas que são fiéis às suas garrafinhas de água. Digo aquelas que andam sempre com uma na bolsa, ou estacionada na estação de trabalho e as abastecem nos bebedores mais próximos. Digo aquelas pessoas que não terminam uma garrafinha, jogam fora e compram outra. Digo muitas vezes eu. Tenho minhas fases – e faço esse mea culpa. Acho que é preciso admitir o que está errado na gente para conseguir mudar. E eu admito que me equivoco muito, muitas vezes, comprando garrafinhas de plástico e jogando fora como quem arremessa um cuspe pela janela do carro.

mulher-cara-de-nojoTU ARREMESSA CUSPE PELA JANELA, MARIANA?

Não, eu não arremesso cuspe pela janela. Foi uma comparação desnecessária, admito. Mas foi a comparação mais fiel que me veio à cabeça para comparar a utilização de garrafinhas de plástico a bel prazer – algo que estou mudando. Dia desses, almoçando na casa de minha adorada mamãe, ela sabendo que eu não gosto de beber suco enquanto como qualquer coisa que seja, me ofereceu um copo de água.
- Pode ser da jarra, minha filha?
- Por que a pergunta, mãe?
- Porque a água da jarra é a água da torneira.
- Pode ser – respondi.

Então, ela veio da cozinha com o copo de água da torneira defendendo uma tese que faz muito sentido. “Eu sei que vocês têm preconceito com água da torneira, dizem que ela tem gosto e tal. Mas vocês já pararam para pensar que essas águas de garrafas plásticas que a gente encontra por aí são transportadas em caminhões que ficam cozinhando no sol? E que essas águas ficam cozinhando dentro de embalagens plásticas no sol? E mesmo assim vocês acham mais saudável beber esse tipo de água?”.

mulher-pensando1SABE QUE EU NUNCA TINHA PENSADO NISSO, PENSEI

- O problema é que essa água que tu pega da torneira, coloca na jarra e guarda na geladeira tem um gosto meio ruim, mãe – respondi.
- O problema não é a água – interveio minha adorada irmã (se ela não gostasse de intervir em conversas não seria minha adorada irmã). – O problema é que a mãe guarda a jarra aberta na geladeira. Daí, esse gosto que tu sente é o cheio dos alimentos que acabam se misturando ao sabor da água – minha irmãzinha disse.

mulher-pensando-com-lapis-no-queixo1SABE QUE FAZ TODO O SENTIDO?

Feita toda essa ponderação, narrada todas essas observações, venho por meio desta fazer o que deveria ter feito já lá no início do post: falar do que vim realmente falar: da marca de garrafinhas Dopper. Já ouviram falar? A Dopper é uma marca holandesa (só podia ser, os holandeses sabem tudo!) de conceito sustentável e promove alternativas para o uso de materiais não recicláveis. Uma de suas criações são as garrafinhas coloridas para água potável – e é justamente essa coleção que acaba de chegar ao Brasil. Oba!

Olha!

follow-the-colours-Dopper-garrafas-colors-entrevista-Merjin-Everaarts-01NÃO SÃO LINDAS?
Não dá vontade de ter todas e beber dois litros de água por dia?

Além do conceito sustentável de reduzir o descarte de plástico e promover o aumento do consumo de água filtrada, a empresa, criada pelo empreendedor holandês Merjin Everaarts, tem como filosofia também a responsabilidade social. Diz Merjin: “A Dopper é uma empresa social e nós estamos aqui para causar um impacto positivo, não pensamos somente no lucro. Ainda há muito a se fazer em relação ao conhecimento sobre a poluição do uso de plástico descartável e o acesso à água limpa no Brasil, por isso esse país é tão interessante para a Dopper, que tem a missão de levar mensagens de consciência ambiental. Foi muito difícil para mim imaginar que um país como o Brasil, que tem uma das maiores reservas de água doce no mundo, ainda não consegue abastecer uma parte da população com água filtrada.”

1912-CongressoALGUÉM AÍ ESTÁ OUVINDO O SENHOR MERJIN?

O senhor Merjin garante que 5% de todos os rendimentos brutos obtidos com as vendas das garrafas são reservados para a Fundação Dopper, que tem a missão de oferecer acesso à água filtrada para o máximo de pessoas no mundo, além de também fornecer educação, por meio de palestras, seminários e atividades externas.

dopper01DESIGN & SUSTENTABILIDADE
As garrafinhas foram desenvolvidas para que a gente possa escolher se prefere beber no bico ou na taça acoplada

 dopper_steel
OH, DÚVIDA CRUEL!

A Dopper veio para o Brasil em parceria com a Bento Store, aquela marca que amo tanto, tanto… Especializada em “mobile food” (marmita para os íntimos) e sobre a qual já falei sobre ela no post SEGUNDA-FEIRA POR PARTES.

bento1ELA AMA A LOJA POR CAUSA DE MIM

olivia10O BENTO SE ACHA

Você também vai gostar

Linda, bem-vestida e pagando 20% do valor do traje, já pensou?

dress-e-go-vestidos-de-marcas-de-luxo-brasileiras-1

Dois casamentos me esperam no horizonte no segundo semestre do ano. Ambos fora de Porto Alegre, mas isso não importa. O que importa é que é preciso pensar no que vestir, e eu, sinceramente, sou daquelas pessoas que tenho muitas outras prioridades antes da compra de um vestido de festa. Da última vez que adquiri um traje fino, fiz um ótimo negócio. Foi do adorado Me Gusta Brechó que saí com um lindo vestido verde de seda pura do André Lima embaixo do braço por módicos R$ 320,00. Se repetirei meu André Lima em um dos casamentos do horizonte? Provavelmente, sim. Mas também tenho vontade de usar outra coisa no outro – e agora chego aonde queria: Dress & Go. Já ouviu falar?

Trata-se de uma loja online de aluguel de vestidos de festa criados pelos mais consagrados designers e marcas nacionais – e algumas internacionais também. Acabei conhecendo porque começou a se espalhar a notícia de que havia virado endereço queridinho das celebridades na hora de se vestir para um evento. Fernanda Souza, Giovanna Ewbank, Giovanna Lancelotti, Julia Faria, Ana Paula Siebert, Fiorella Mattheis, Lu Tranchesi e outras andaram figurando em sites com vestidos alugados na Dress & Go.

Entre as vantagens que elas contam encontrar na loja online está a  possibilidade de alugar a roupa e contar com o suporte de uma personal stylist gratuita pelo chat ou telefone, ter acesso a 2500 vestidos de mais de 40 estilistas diferentes e das últimas coleções, receber na data combinada o vestido em casa, pronto para usá-lo e sem se preocupar com detalhes como lavanderia após a festa e – o melhor de tudo – usar uma peça com um design elaborado por um valor de 20% do preço original de venda em loja.

Olha!

18fe_souzaA atriz Fernanda Souza usou o vestido Clara Jersey, da Iodice, para ser madrinha de casamento da Preta Gil

18gio_ewbankGiovanna Ewbank de Bordado Folhas da Jodri

18gio_lanGiovanna Lancelotti de Lolitta

18julia_fariaJulia Faria usou Anita Nude, da estilista Carina Duek, para ser madrinha de casamento de sua melhor amiga

18ana_paulaAna Paula Siebert usou Brigite Nude – também da Carina Duek – para ser madrinha de casamento

18fiorellaFiorella Mattheis com o vestido Abel da TalieNK

18luLu Tranchesi de Emille da Carina Duek

Ontem à noite, fui na casa de mamãe e papai e contei pra mãe da novidade. Ficamos sentadinhas no sofá fuxicando os vestidos. Gostei muito dos modelos da Gloria Coelho, especialmente o Adriel.
Olha!

vestido-adriel-gloria-coelho-NÃO É LINDO!?

vestido-adriel-gloria-coelho-60645DE COSTAS!
O valor original dele é R$ 5.400,00
O aluguel sai por R$ 640.

Também pensei em alguma coisa estampada e fui atrás dos modelos da Adriana Barra, famosa pelos vestidos estampadões. Achei um que me agradou bastante.
Olha!

vestido-bull-adriana-barra-ADORO AZUL MARINHO E MANGA COMPRIDA

vestido-bull-adriana-barra-59663DE COSTAS
Elegante, vai dizer?
Valor original: R$ 4.917,00
Valor do aluguel: R$ 595,00

Bom, não é preciso dizer que mamãe e eu ficamos hoooras nos divertindo e escolhendo vestidos. Achei uma ótima sacada e um excelente negócio. Fora que dá para contar com o tal serviço de personal stylist por chat ou telefone para qualquer dúvida sobre tamanho da modelagem, ou indicação do traje para determinada festa etc. e tal. Dado o serviço de utilidade pública desta segunda-feira de sol, despeço-me neste momento para atender aos anseios do animal estaqueado na porta de casa.

bento1VAMOS?

Você também vai gostar

Um lugar onde todos os anéis cabem no meu dedo

CASA IMG_4390

Semana passada, estive em uma de minhas lojas preferidas, a Casa de la Madre. Quer dizer, não é exatamente apenas uma loja. É uma experiência, um lugar que faz com que a gente se sinta mais feliz, sabe assim? Eu tenho lugarzinhos especiais que são capazes de me transmitir boas energias, e a Casa de la Madre é uma delas. Fui até lá tomar um café e obviamente bisbilhotar as roupas, artigos para casa, bijus e afins.

Da última vez que estive na Casa de la Madre, saí de lá com váááários brinquinhos lindos e anéizinhos também. Querem lembrar? Estão todos relatados e exibidos neste post aqui ó: AS SURPRESAS DOS DRIBLES NA CHUVA. Encontrar anéis que caibam no meu dedo de criança não é tarefa fácil. Meus dedos medem entre 11 e 14, ou seja: não existe lugar em Porto Alegre onde eu consiga encontrar anéis para ser feliz.

Aliás, minto: outro dia, tive um almoço no Press Hilário e, no caminho de volta para o carro, topei com quatro lindos anéis na Fátima Mello. Comprei os quatro, óbvio. Sabia eu lá quando iria encontrar de novo anéis para os meus dedinhos…

03-por-ai-mulher-gritando5NA CASA DE LA MADRE!

Pois é… na Casa de la Madre. No dia em que fui lá bisbilhotar, topei com uma prateleira só de pequeníssimos anéizinhos que haviam sido feitos para os meus dedinhos. Comentei com a vendedora:
- Olha, é incrível, mas aqui encontro sempre anéis pequenos para os meus dedos!
- E sempre vai encontrar – ela disse.
- Como assim? – eu quis saber.
- É que uma das proprietárias, a Valéria, tem os dedinhos iguais aos teus.

03-por-ai-mulher-gritando5EU AMO A VALÉRIA

Ela continuou:
- Está sempre chegando novos anéis a cada semana, se tu quiser a gente te avisa.
- Podem me mandar whats app, claro! – falei.

Então hoje, estava aqui imersa no trabalho quando apitou o celular e fui olhar. Era a Valéria!
- Oi, Mari! A Pri me avisou que querias aliancinhas. Chegaram algumas aqui. Te mando fotinhos.

CASA IMG_4391QUERO TODAS!!!

CASA IMG_4390QUERO TODAS!!!!

Continuou a Valéria:
- Se tu quiser me passar o número do teu dedo, posso ver o que tem.

03-por-ai-mulher-gritando5DE 11 A 14, VALÉRIA!!

bento1FAZ MENOS ESCÂNDALO, POR FAVOR

No final, o recadinho da Valéria:
- Sábado, a Valéria Sá (são duas valérias as sócias) estará recebendo as clientes aqui na casa. Se quiser vir, será das 11h às 14h. Vem com tua sogra e o Rafa (amigo das valérias e meu cunhado), que estará na cidade.

03-por-ai-mulher-gritando5EU VOU CERTO!

bento1POSSO IR?

03-por-ai-mulher-gritando5SE TU PARAR DE ME REPRIMIR, PODE

Você também vai gostar

Julia, minha mais nova melhor amiga

ju

Às vezes, precisamos de uma certa dose extra de inspiração vinda de fora para colocarmos em prática desejos que acalentamos mas que não estamos completamente convencidas de que são um bom caminho. Vou ser objetiva: ontem acordei com uma daquelas minhas dores terríveis de cabeça já tão relatadas e esmiuçadas no post ENCONTRO A CURA (OU ARRANCO A CABEÇA FORA). Abrindo um rápido parêntese: minha adora amiga, médica e tia Joyce me passou o telefone da Fátima, segundo ela a melhor terapeuta miofacial da cidade. Ou seja: tão logo eu consiga um horário com a Fátima, o que não é fácil, entregarei meu rosto e minha cabeça aos seus cuidados, chorarei muito de dor durante o tratamento (porque dói horrores) mas começarei a enxergar a luz no fim do túnel desse tormento.

Praying WomanCOLOCAREI MINHA VIDA EM TUAS MÃOS, SANTA FÁTIMA

bento1ELA PASSOU O DOMINGO FAZENDO DRAMA

Passei o domingo choramingando, deitada sobre uma bolinha para massagear cada vértebra das costas do meu pobre corpo, deitei a cabeça sobre a bolinha massageando as mandíbulas, esquentei trocentas vezes minhas mantas térmicas para enrolar na cabeça e no pescoço e tomei uma overdose de Tandrilax. No fim do dia, mamãe ligou preocupada, estranhando que eu não havia atormentado a família de bobagens do grupo de Whats App. Aproveitei que era mamãe e fiz o que toda filha em estado de manha faz com sua pobre mãe: choraminguei tudo e mais um pouco.

bento1COITADA DA VÓVA

Foi em meio ao tormento das dores de domingo, tentando me distrair com minhas leituras de fim de semana, depois de um banho com água bem quente nas costas, que peguei a Folha de S.Paulo de sábado para ler. Li o primeiro caderno, li o caderno Cotidiano e cheguei na Ilustrada. Abri na coluna da Mônica Bergamo e dei de cara com esta foto de Ricardo Borges.

IMG_4344UMA GURIA COM CARA DE MUITO SIMPÁTICA, DE HAVAIANA COM MEIA E SEU ANIMAL
(Claro que já simpatizei de cara com ela)

Fui ler a legenda da foto para ver de quem se tratava, vide que a Mônica Bergamo vive colocando só pessoas da high society paulistana e modelos de beleza irreparável, e dei de cara com esse texto.

IMG_4345FOTO DO TEXTO DA FOTO

Estava com o iPad do lado e não resisti. Entrei no canal da Julia no Youtube e não lembro de ter dado tantas risadas nos últimos tempos. Simplesmente viciei. Fiquei assistindo a um episódio atrás do outro, às gargalhadas. Esqueci momentaneamente qualquer dor. Resumindo o que faz Julia: ela liga a câmera e começa a falar de algum tema – ou que ela tem na cabeça, ou sugestões que as telespectadoras enviam por Facebook. Só que Julia tem um talento para o stand up que, se a Globo ou qualquer outra emissora ainda não descobriu, logo descobrirá.

Quando não está com a câmera no tripé, ela faz o namorado, Caio, de cameraman. E ele se diverte muito com ela. A gente ouve só a voz dele, não sabemos que cara tem. Tudo é feito na casa dela, da forma mais despojada possível, de cara lavada, sem nenhum pingo de glamour. Acho que veio muito daí minha identificação. Porque, sempre que penso em fazer algum vídeo – e venho pensando já há algum tempo sobre fazer vídeos de alguns posts que escrevo -, também fico imaginando que vou ter que fazer toda uma super produção e contratar algum cameraman e etc. e tal.

shouting-womanBOBAGEM

Julia me fez ver que basta sinceridade, empatia e uma certa dose de humor e de não se levar nada a sério para fazer vídeos que são um deleite e que, de cara, fazem com que a gente queira ter ela como melhor amiga agora. E o que Julia despertou em mim? Uma vontade de ser assim também na frente das câmeras.

bento1SOBROU PARA O CHICO

Agora de manhã, fazendo meu power suco matinal com frutas, couves, especiarias, algas, grãos etc. e tal, perguntei para o Chico:
- Amanhã de manhã tu tem algum compromisso cedo? – perguntei.
- Como assim?
- Eu me inspirei na minha amiga Julia e vou começar aquele antigo projeto de fazer vídeos.
- E?
- E eu queria que tu filmasse…
- Muito bem, te dou a maior força. Claro que filmo.
- Acho que pode ser no iPhone mesmo, né? – quis saber.
- Pode, claro. Mas temos uma camerazinha da Sony, lembra? É só colocar para carregar a bateria.
- É verdade!
- E qual vai ser o tema do vídeo? – ele quis saber
- Sucos. Vou mostrar como faço nossos power sucos matinais.
- Que bom que tua amiga Julia te inspirou a começar esse projeto.

Então, caras amigas, divido aqui com vocês mais esta novidade. Vamos fazer o vídeo amanhã e ver o que sai. Vai ser no esquema ligar a câmera e sair fazendo. Sem quinhentas gravações e ensaios prévios. Mariana de cara lavada de manhã na sua cozinha falando com “azamiga”. Que tal?

Enquanto isso, deixo vocês com a ótima companhia da Julia. Separei três vídeos dela que fizeram o meu domingo mais engraçado e feliz. Porque a Julia é como Bis: impossível assistir a um vídeo só.

Agora pijama se chama “After Work”

sofá

O que você fez no Feriadão de Páscoa? Ficou no conforto do seu lar doce lar? Meus parabéns. Sou da teoria de que feriados não combinam com viagens e procuro sempre colocar em prática meu lema. Mas, como vivo em sociedade (e em família), nem sempre minhas preferências prevalecem. E às vezes precisamos nos deslocar em feriados. E o que acontece? Dá no que dá. Uma viagem que leva 5 horas de estrada, acaba levando 10.

bento1FOI PUNK

É punk e será cada vez mais punk com o governo incentivando a venda de carros e as estradas sem manutenção. Foi punk e sempre será punk enquanto toda a produção agrícola do Brasil depender de estradas e caminhões. Mas é isso. Já fiquei de muito mau humor no domingo e não vou seguir a lamúria porque, como sempre repete meu marido, é “preciso virar a página”. Pois virando a página, venho por meio desta dizer que MARIANA DE PIJAMA nunca se enganou sobre os pequenos prazeres da vida. Mariana que sempre teve (e sempre terá) como primeiro ato ao chegar em casa tirar a roupa do corpo e colocar seu pijama celebrou com pompa e circunstância o catálogo que recebeu da Jogê, a adorável loja de pijamas, camisolas, lingeries e afins.

Olha!

JoggingME SENTI REPRESENTADA

Sabe qual a nova definição para pijama, segundo a loja? Definição para quem não quer dizer que chega em casa e coloca o pijama? After Work. Eu agora vou chegar em casa e colocar meu traje After Work. Que tal?

bento1NÃO COMBINA CONTIGO

Pois é. Não combina, mas achei legal. Isso prova que há um mercado de muuuuitas Marianas que adoram chegar em casa e colocar o pijama – agora o traje After Work. Tanto é que criou-se uma nova denominação para pijama: After Work, “um conceito de conforto, bem-estar e outras firulas que amamos”, escreve a Jogê no catálogo. Segue o texto: “Tem hora mais gostosa do que chegar em casa depois de um longo dia?”

shouting-womanNÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOO

“Pensando neste tempo que é só seu desenvolvemos peças lindas que vão abraçar este momento com o máximo de conforto, liberdade e estilo”, continua o texto. Realmente, os pijaminhas são muito lindinhos. Eu fiquei com vontade de ganhar todos. Sim, eu disse ganhar – porque, até onde me lembro, minha mãe avisou que não ia me dar ovo nenhum de Páscoa. Eu ia ganhar pi-ja-mi-nha. Lembra mãe? Pois eu te recordo no post CINCO IDEIAS PARA UMA PÁSCOA SEM CHOCOLATE. Até agora não vi nem chocolate e nem pijaminha.

mujer-enojada-y-desconfiadaACHO QUE ESTOU SENDO LOGRADA

Então deixo aqui várias ideias e opções de After Work, vá que tu fique na dúvida, né… (já que sou uma pessoa “dificílima” de presentear).
Olha!
ampliadaJOGGING DE TRÊS PEÇAS
Adorei a blusinha em malha mescla e é certo que a calça posso aproveitar nas aulas de ioga e pilates.
Sim, eu adoro fazer ioga e pilates com calça de pijama

ampliada1JOGGING DE DUAS PEÇAS
Adoreeeeei a calça estilo moletonzinho.
Ótima para passear com o animal também

bento1VERGONHA ALHEIA

Ampliada4JUMPSUIT EM LEVE ATOALHADO
Adoooooro atoalhados no inverno!
Sensação de aconchego, sabe assim?

Detalhes2COM DETALHES EM COURO E PEDRAS
Ficou fino o pijaminha, vai dizer?

ampliadaCBDC8t0W4AA9T8u.jpg_largeJOGGING COM BLUSA OVERSIZE EM MALHA MESCLA
Amooo oversizes de todos os tipos

felizOUVIU, MÃE?

Você também vai gostar