Prêmio Donna Mulheres que Inspiram: Eliane Brum

(Lilo Clareto/Divulgação Leya)
(Lilo Clareto/Divulgação Leya)

Como jornalista, a ijuiense Eliane Brum coleciona mais de 40 prêmios, entre eles os cobiçados Esso e Vladimir Herzog. Aos 50 anos, a longa trajetória em temas relacionados a direitos humanos faz dela uma das mais importantes repórteres e colunistas nacionais. Eliane trabalhou por 11 anos em ZH, foi repórter especial por 10 anos na revista Época, lançou seis livros — cinco de não ficção e um romance – e assinou a codireção de dois documentários. A carreira foi conciliada com a tarefa de criar Maíra, filha que teve aos 15 anos.

Vivendo em São Paulo, Eliane se define como uma “apaixonada pela internet”, mas não cai na tentação de estar sempre online. Bem pelo contrário: a jornalista não tem celular e não se importa em ficar longas temporadas incomunicável nas suas viagens de pesquisa. Suas colunas, publicadas quinzenalmente no portal El País desafiam o lugar-comum de que a web é o espaço dos escritos mais breves – os longos textos, que tratam de temas densos como comportamento e política, alcançam milhares de leitores a partir de compartilhamentos em redes sociais.

:: Prêmio Donna Mulheres que Inspiram: conheça as indicadas

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna