Cheiro da pessoa amada pode reduzir estresse, aponta estudo

Foto: Pexels
Foto: Pexels

Quem nunca cheirou uma peça de roupa da pessoa amada e se sentiu muito bem lembrando de bons momentos? Um estudo realizado pela Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, mostrou que além de trazer memórias afetivas, o cheiro do companheiro é capaz de reduzir o estresse de mulheres. O resultado foi publicado pelo Journal of Personality and Social Psychology.

Na pesquisa, 96 mulheres sentiam um dos três cheiros: de uma pessoa que tinham laços afetivos, de um estranho ou um aroma neutro. Foi percebido que o estresse reduziu em mulheres que haviam sentido o perfume de seus parceiros. Outra conclusão foi que os níveis de cortisol, o hormônio que ajuda o organismo a controlar o estresse, subiram em mulheres expostas ao aroma de um estranho.

“Muitas pessoas usam a camisa do companheiro ou dormem no lado do parceiro da cama quando ele está ausente, mas não percebem por que fazem isso. Apenas o perfume, mesmo sem a presença física, pode ser uma ferramenta poderosa para ajudar a reduzir o estresse”, afirmou Marlise Hofer, uma das autoras do estudo.

Outro autor da pesquisa, Frances Chen disse que a familiaridade com o aroma pode ajudar em algumas situações. “Com a globalização, as pessoas estão viajando mais a trabalho e se mudando para novas cidades. Nosso estudo sugere que algo tão simples como levar uma peça de roupa usada pela pessoa amada pode ajudar a baixar os níveis de estresse quando se está longe de casa”.

Leia mais:
:: 5 passos para controlar o estresse do trabalho no dia a dia
:: 10 alimentos para aliviar os sintomas do estresse e da ansiedade
:: “Um jeito ótimo de aliviar o estresse”: conheça a técnica de ioga que leva gatos para a sala de aula

Leia mais
Comente

Hot no Donna