Cloro, água, sol e calor: aproveite o verão sem prejudicar a pele

Incidência de vírus e bactérias pode ser 46% maior na estação

Pele molhada e exposta ao sol está mais vulnerável a doenças
Pele molhada e exposta ao sol está mais vulnerável a doenças Foto: Divulgação Stock Photos

De acordo com recente pesquisa realizada pela Universidade de Oregon (EUA), a incidência de doenças causadas por vírus e bactérias pode ser 46% maior no verão do que em outras estações. Os pesquisadores apontam que a cada dez graus de elevação de temperatura, o número de pacientes afetados por bactérias pode aumentar até 17%.

Doenças de pele, como pano branco, acne, impetigo, candidíase e verminose, podem atingir qualquer pessoa e, em sua maioria, são causadas porque a pele fica úmida por mais tempo, seja pelo excesso de exposição ao sol, suor ou mergulhos no mar ou piscina.

? Para prevenir, a dica é não permanecer muito tempo com roupas de banho molhadas e utilizá-las sempre de forma individual. No caso da acne, uma das causa é o excesso de exposição ao sol, que aumenta a produção sebácea, o suor e favorece o aparecimento e a piora da acne ? conta a dermatologista do Hospital São Luiz Samar El Harati.

Para quem pensa em ir à praia, o cuidado com os olhos também é imprescindível. O efeito da água do mar e da areia pode ser prejudicial.

? No caso de cair um grão de areia, o próprio piscar e as lágrimas ajudam a expelir, mas nem sempre é suficiente. Por isso, devemos lavar com água em abundância. O grão debaixo da pálpebra é extremamente perigoso. A cada piscada pode entrar mais nos olhos, gerando lesões ? explica a oftalmologista do São Luiz Daniela Fairbanks.

O ambiente de praia ainda traz risco de contaminação por conjuntivite química, causada pelo protetor solar, térmica, ocasionada pelo aumento da temperatura, além da forma contagiosa, propícia a ser espalhada pela aglomeração de pessoas.

? Nesse ambiente o risco de contaminação é alto. Por outro lado, o cloro presente na água das piscinas é muito mais nocivo para os olhos do que o sal dos mares ? esclarece a especialista.

Doenças de pele

:: Pano branco – Comum em climas tropicais, essa doença se desenvolve em pessoas com imunidade baixa ou devido ao aumento da produção sebácea e do suor. O fungo se encontra em ambientes úmidos ou de temperatura elevada

:: Acne – Não é uma doença exclusiva do verão. Nos primeiros dias de exposição ao sol, pode-se perceber uma melhora, mas o excesso aumenta a produção sebácea e agrava o problema

:: Impetigo – Causada por uma bactéria deflagrada por mudanças no clima, se desenvolve em locais de lesão da pele

:: Candidíase – A proliferação dos fungos ocorre pela umidade da pele e baixa imunidade, causando coceira e o aparecimento de pequenos pontos vermelhos ou esbranquiçados nas mucosas ou na pele

:: Verminose – Transmitida por larvas de parasitas presentes em fezes de cachorros e gatos. Atingindo principalmente o pé

Tipos de conjuntivite

:: Conjuntivite química ou irritativa – aparece após contato com agente químico. Comum nessa época do ano, pela presença de resíduos de protetor solar nos olhos

:: Conjuntivite térmica – causada pela variação de temperatura, geralmente apresenta os mesmos sintomas de outros tipos de conjuntivite

:: Conjuntivite contagiosa – é transmitida de uma pessoa para outra e pode ser bacteriana ou viral. Em ambos os casos, é necessário evitar o contato com pessoa infectada, além de seus objetos de higiene e outros

Leia mais
Comente

Hot no Donna